«

»

Set 10

Marte com dois sóis ?

Bookmark and Share

Esta é uma imagem real do céu de Marte, tirada pelo rover Spirit em Maio de 2005:

Mas recentemente andava a ser partilhada pelas redes sociais uma suposta imagem de Marte tirada pelo rover Curiosity.
A imagem é esta:

Afinal que se passa?

Será que Marte tem duas estrelas, dois sóis, perto?
Mas como poderia ser isso se da Terra não vemos isso?
Obviamente que também os teríamos que ver de qualquer lado da Terra. Sendo assim, alguma coisa é muito estranha na foto.

Será que um dos “sóis” é na verdade o “famoso” planeta Nibiru como alguns crentes Nibirutas se apressaram a defender?
Mas como é que aparece nos céus de Marte e não quando eu olho lá fora para o céu da Terra?

Mas esperem… a imagem dos sóis parece familiar…

Afinal a imagem do céu era uma cópia de Tatooine, o planeta de Luke Skywalker, no filme Star Wars.

Assim, claramente a imagem é falsa.

Mas então qual o propósito das pessoas andarem a partilhar fotografias falsas? Porque não procuram a informação correcta e deixam-se levar por qualquer sensacionalismo baseado em falsidades.

E qual o propósito de quem criou esta imagem? Não sei. Pode ter sido algum Nibiruta a tentar enganar mais alguns milhões de crentes OU pode ter sido um “estudo”-brincadeira de alguém que criou esta falsidade facilmente detectada para saber se as pessoas seriam realmente demasiado crédulas para partilhar este tipo de imagens-cópias de filmes famosos.

Acerca do autor(a)

Carlos Oliveira

Carlos F. Oliveira é astrónomo e educador científico.
Licenciatura em Gestão de Empresas.
Licenciatura em Astronomia, Ficção Científica e Comunicação Científica.
Doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas.
Criou e leccionou durante vários anos um inovador curso de Astrobiologia na Universidade do Texas.
É actualmente Research Affiliate-Fellow em Astrobiology Education na Universidade do Texas em Austin, EUA.
Trabalhou no Maryland Science Center, EUA, e no Astronomy Outreach Project, UK, recebeu dois prémios da ESA, e realizou várias palestras e entrevistas nos media.

4 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Cavalcanti

    LOL :D

    É Nibiru :P

  2. Rui Costa

    Tenham medo. Tenham muitooo meedooo.

    Na verdade, volta e meia lá aparece mais uma falsidade que apela ao misterioso, ao sobrenatural, ao fantástico ou ao catastrofismo. Aparentemente há pessoas que têm uma propensão para criar e espalhar este tipo de imagens, de notícias ou de rumores.
    Depois de criadas estas falsidades, basta inseri-las nas redes sociais e espalham-se com uma facilidade impressionante.

    Provavelmente as pessoas que espalham isso, nem sequer pensm nisso.
    Provavelmente, para elas, Marte nem sequer é um planeta concreto, com uma superfície sólida onde pousam artefactos feitos pelo Homem e onde neste momento andam 2 rovers.
    Provavelmente nem fazem ideia do absurdo que representa a possibilidade de se verem 2 estrelas de diâmetro semelhante a partir de Marte.
    Mais do que provavelmente, nem fazem ideia das consequências que haveria se realmente houvesse uma outra estrela a uma distância semelhante ao Sol, nem lhes ocorre que se essa estrela é visível de Marte, também seria vista (e a influência do seu campo gravítico sentido e mensurável) a partir da Terra.

    Apenas partilham a imagem ou clicam no “Gosto” porque acham giro… ou misterioso.

  3. Marcos Mussel

    Muito bom o site de vcs. Parabéns pela escrita afiada. Sds.

  4. Marcos Mussel

    Faltou marcar a opção de receber novos artigos por email.

  1. TOP 100

    […] planetário sobre Pirâmides de Gizé. Sismos e eclipses. G1.9. Voar por um dia. Base Marciana. Marte com dois sóis. Homem do futuro. Satélite Black Knight. Triângulo das Bermudas. Lula gigante. Megalodon. […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>