Asteróide Toutatis em aproximação à Terra

Como já havia referido aqui, o asteróide 4179 Toutatis passará no próximo dia 12 de Dezembro a cerca de 7 milhões de quilómetros de distância da Terra (cerca de 18 vezes a distância média entre a Terra e a Lua). Como aconteceu em todas as suas anteriores visitas ao nosso planeta desde 1992, Toutatis será alvo de uma campanha de observação pelos radiotelescópios de Goldstone e de Arecibo que se estenderá até ao dia 22 de Dezembro. Durante esta campanha de 2012, os cientistas dos dois observatórios esperam obter imagens de radar com uma resolução máxima de 7,5 metros.pixel-1. Entretanto, já se iniciaram durante esta semana as observações em Goldstone. Vejam em baixo as primeiras três imagens de radar do encontro deste ano.

O asteróide Toutatis em três imagens de radar obtidas entre 4 e 7 de Dezembro pelo antenas de radar de Goldstone.
Crédito: NASA/JPL-Caltech.

Esta aproximação de Toutatis ao nosso planeta será acompanhada de um outro evento especial. A Chang’E-2 está neste momento a poucos dias de um encontro com o asteróide a cerca de 300 quilómetros de distância da sua superfície. Esta será a primeira vez que uma sonda chinesa se aventura tão longe da Terra, pelo que esta passagem terá um significado especial para o programa espacial chinês.
O encontro será, no entanto, um grande desafio para a equipa da missão. As câmaras da Chang’E-2 foram concebidas para mapear a superfície lunar (tarefa que concluiram com sucesso no início de 2011), e não para fotografar a superfície de um objecto com pouco mais de 4 quilómetros de comprimento durante uma passagem a uma velocidade estonteante de 10,7 km.s-1, pelo que, na melhor das hipóteses, a sonda deverá conseguir obter dois pares de imagens (um no ingresso e outro no egresso) com uma resolução máxima de algumas dezenas de metros. Esta resolução não se aproxima à das imagens de radar de Goldstone e de Arecibo, mas permitirá a identificação de variações de albedo ao longo da superfície de Toutatis, uma informação inacessível aos dois radiotelescópios.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.