Asteróide Apophis não vai bater em 2036 ?

Como sabem, o asteróide Apophis passou há umas horas atrás relativamente perto da Terra. Leiam aqui.

Já se sabia que na sexta-feira 13 de Abril de 2029, ele irá passar abaixo dos satélites de comunicações.
Também já se sabia que ele irá passar por cá novamente a 13 de Abril de 2036. Até agora, a probabilidade de ele bater na Terra em 2036 era de 1 em 250.000

Esta passagem na noite passada iria servir sobretudo para refinar os cálculos da trajectória do asteróide.
Assim, o observatório Goldstone observou em radar o asteróide, reviu os cálculos da sua órbita, e excluiu a possibilidade do asteróide bater na Terra em 2036. Jon Giorgini, o cientista responsável pelos novos cálculos, diz mesmo que em 2036 o asteróide irá passar a mais de 25 milhões de quilómetros da Terra.

Apophis_encounter_2013

Infelizmente, esta história ainda não acabou definitivamente.
A verdade é que a colisão parece que se mantém possível. A incerteza sobre as mudanças mínimas de órbita quando o asteróide passar por aqui em 2029 parecem continuar válidas, sobretudo a incerteza do efeito Yarkovsky (efeito causado pela forma como a luz solar incide de forma diferente sobre uma pequena rocha em rotação, e posteriormente a forma como ela é reflectida de volta ao espaço). Mesmo a rotação precisa do asteróide não é bem conhecida: sabe-se que roda uma vez a cada 30 horas e meia, mas provavelmente o movimento de rotação é mais complexo (não linear num eixo de rotação).
Estas incertezas deverão se manter assim, incertas, até 2029.

No entanto, Giorgini diz que estas incertezas provocarão mudanças tão minúsculas que já não há qualquer hipótese do asteróide passar pela “janela de impacto” em 2029 de modo a colidir com a Terra em 2036.
Ou seja, independentemente das incertezas que ainda existem, já não existirá qualquer hipótese do asteróide Apophis matar alguns milhões de pessoas em 2036.

56 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Miguel Fernando Baladão on 14/10/2018 at 00:05
    • Responder

    da para desviar ele?

  1. Ola ouvi falar que ele impactaria em 2068

    1. Como a data ainda é muito posterior, as incertezas são ainda maiores 😉

      http://neo.jpl.nasa.gov/risk/a99942.html
      https://cneos.jpl.nasa.gov/sentry/

  2. Olá, li no site da própria Nasa que existe a possibilidade desse asteroide se chocar em 2036, que é 1 em 1 milhão. Mas por que essa possibilidade não está inserida na tabela de risco da sentry da nasa?

    1. Quando leu e em que link?

      abraços

        • Joao on 03/05/2017 at 02:38

        https://www.nasa.gov/mission_pages/asteroids/news/asteroid20130110.html
        Esse link é de 2013, porém não achei nenhuma atualização por parte da nasa, e também nenhuma possibilidade como a falada no link está inserida na tabela de risco.

        Abraços

      1. Mas esse link que deu é a mesma coisa deste artigo no AstroPT.
        É precisamente sobre o que falamos em cima… 😉

        Havendo alguns pormenores ainda para serem trabalhados, daí eu ter colocado um ponto de interrogação no título deste artigo…

        No entanto, menos de 1 em 1 milhão, quer dizer que há 99,9999% de hipóteses de não bater. Ou seja, pode-se retirar a conclusão que não bate 😉

        abraços

        • Joao on 03/05/2017 at 02:55

        Entendi, mas ainda me fica uma dúvida(insisto bastante nao é mesmo? Rsrs).

        Não entendo porque esse risco não esteja inserido na tabela sentry, visto que nela são encontrados riscos muito menores que 1 em um milhão.

        As vezes até mesmo a Nasa tenha atualizado algo sobre isso e eliminado todos os riscos, porém nao achei nada sobre isso. E por isso ainda me resta a dúvida acima.

        Abraços

      2. Também não sei 😉

        • Joao on 03/05/2017 at 03:20

        Carlos, fiz outra pesquisa e achei uma atualização. No final desse link, mais precisamente no último update postado, diz-se que Apophis passará a 0.388 au da Terra em 2036. https://cneos.jpl.nasa.gov/doc/apophis/
        Por isso então o risco não está na tabela. Além do mais, obrigado pela atenção.

        Abraços

      3. Excelente! Bom trabalho! 😉

        É um pouco mais do que se sabia na altura deste post 😉

        abraços

  3. Afinal, esse asteróide pode acabar com a humanidade

    1. Não. É demasiado pequeno para isso.

  4. O que enxergo é que a discussão não se resume a se o “mundo vai acabar” ou não.

    Na verdade a discussão é quase que exclusivamente de cunho psicossocial:

    As pessoas que vivem à margem da sociedade e/ou em países subdesenvolvidos (exs: uma Índia, um
    Bangladesh entre outros), como não vêem perspectiva nenhuma de mudança de sua condição sócio-
    econômica, vêem o “Fim do Mundo” e os seus desdobramentos (o pós-Fim do Mundo) como a única
    alternativa para mudança.

    Por outro lado as pessoas que já adquiriram um certo padrão econômico e de aquisição de bens
    materias, abominam e refutam a tese de que um dia a vida na Terra possa ser extinta (ou quase extinta)
    em decorrência de um fenômemo (qualquer fenômeno) de largas proporções que possa causar sérios
    danos ao planeta, sob pena de verem perder todos seus bens (incluindo aí o acumulo de capital – DINHEIRO),
    adquiridos ao longo dos anos.

     É assim que eu enxergo esta discussão, e o pânico que surge, a cada novo asteróide que é descoberto.

  5. Ok Carlos.

    Mas se o perigo é praticamente inexistente pq o alvoroço dos chineses em medidas de proteção? Olhe na web.

    Na realidade eu sei que se realmente houvesse uma grande chance de acontecer isto dificilmente seria divulgado com antecedência devido ao caos em que seria lançada a nossa civilização.

    1. Eu não leio na web… simplesmente leio os documentos.

      O “alvoroço” dos chineses não existe. Existem planos para medidas, quer americanas, chinesas e russas. Nada tem a ver com o Apophis.

      Não poderia existir “alvoroço” com o Apophis. A não ser que as pessoas fossem ignorantes.
      É fácil desviar asteroides:
      http://www.astropt.org/2011/11/11/formas-de-desviar-asteroides/

      abraços

        • CHARLES on 10/12/2014 at 19:41

        Ok Carlos

        É que o “caso” dos chineses foi divulgado na WEB há alguns dias.
        Os planos existem há décadas pois um fato como esse seria catastrófico como sabemos e o cinema nunca nos deixa esquecer.
        Só não concordo muito com “É fácil desviar asteroides:”
        Eu li o link.
        Mas muito obrigado por responder. To aprendendo mto por aqui.
        Um abraço

      1. Note só que o que eu quis dizer é que o Apophis não é problemático. Porquê? Se ler os meus diversos artigos sobre ele percebe que é por ele ser conhecido 😉

        Se ler outros artigos meus sobre asteroides, percebe que eu não minimizo a probabilidade de isto se tornar muito problemático. Mas o grande problema nos asteroides é aqueles que não conhecemos… que só detetamos muito em cima ou após eles passarem perto da Terra… e nesses, claro, não há forma de os desviar 😉

        abraços!

  6. Do tempo em que achao um corpo celeste com boas chances de colisão com a terra ao tempo em que o desastre é inevitavel sería suficiente para planejar e realisar uma missao espacial de emergencia? E se esse tempo fose curto? O quão curto mais ou menos? Sería sensato deichar foguetes prontos? Têm foguetes prontos?vc acha que estamos prontos?

        • kevin on 25/07/2014 at 01:00

        Obrigado

  7. Espero que não Bata e se for bater que algúem de um jeito…….e se for mesmo bater espero que caia em uma aréa desabitada e não Cause maiores danos………..

    1. Não cairia.

      Caso viesse nesta direção, desviamo-lo:
      http://www.astropt.org/2011/11/11/formas-de-desviar-asteroides/

  8. Há Támbem soube da possibilidade dele bater em 2068

  9. Se o apohis atingisse a terra destruiria varios países,acabaria com a raça humana?

    1. Com somente 325 metros, não 😉

      Criaria uma cratera de impacto de cerca 4 kms de diametro onde caísse… com tudo o que isso implicaria…

        • Pedro Lucas on 13/06/2014 at 23:13

        Mas afinal se caisse oque ele destruiria….um paìs ,uma cidade
        Grande , um continente ??

      1. Depende de muitos fatores… depende da inclinação do impacto, da constituição, etc, etc.
        Não se pode afirmar algo só com base no tamanho.

        Se a cratera de impacto tem 4 kms de diâmetro, obviamente que fazia desaparecer uma cidade.
        É certo que, sendo assim, teria repercussões nacionais.

        Mas não era suficiente para globalmente dizimar a Humanidade. Muito longe disso.

    2. Este site permite apurar os efeitos de um impacto na Terra

      http://impact.ese.ic.ac.uk/ImpactEffects/

  10. Carlos, a pergunta que fica é exatamente baseada na que o RobertAC fez..: os Governos devem se preocupar com esses asteroides desconhecidos, mas essa afirmação é realmente alarmista, é real, há uma certa pressão nos Governos para liberação de verba juntamente com a preocupação, ou não é tão preocupante assim?..será que nao se tem certeza de algo ou é só prevenção mesmo? …para que mais de 17 mil bolsas para estudantes na area da ciencia da tecnologia para o estrangeiro, por exemplo..??..nunca se viu numero tão grandioso assim antes dentro desta área?…Carlos onde de fato está a vdd?…pode nos apresentar?..existe algum estudo da NASA que nos comprove o que vc está nos afirmando?Obg.

    1. Katia, que comprove o quê? Que o asteroide não vai bater?

      Tem os links neste e noutros posts. Além disso, pode fazer por si própria a matemática e comprovar isso 😉

      abraços

  11. vlw carlos vc é show quando eu ver um site dizendo q vai bater em 2029 eu vo comenta q é mentira vlw mesmo mano

  12. ha chances de ele bater em 2036? ou 2029?

    1. Em 2029, não.
      Em 2036, respondi no comentário em cima deste 😉

  13. ah foi mal entao

    1. O que eu disse é que ele não vai bater em 2036.

      No entanto, a certeza só se pode ter em 2029, quando ele passar por cá perto.
      Nessa altura, SE ele passar dentro de uma determinada “janela gravitacional”, então poderá bater em 2036. Existe uma probabilidade baixa de isso acontecer.
      No entanto, parece que segundo os novos cálculos, ele não passará nessa janela em 2029, e daí que não baterá em 2036 😉

      abraços!

  14. a nao mano vc disse q vai bater em 2036 vc disse pro antonio eu tenho 10 anos e eu acho q vo fica com 20 e eu nao quero morrer numa dor tao grande como essa

    1. Não entendi nada do seu comentário…

      Em lado nenhum eu disse que ele vai bater em 2036…

  15. Olá,
    Segue o link:
    http://www.astronews.com.br/WebSite/index.php?Page=NewsDetail&Id=1445
    Obrigado

    1. O que ele disse e que quis dizer foi que se vier um asteróide na nossa direção, do tamanho daquele que exterminou os dinossauros, e se só o virmos 3 semanas antes… então nada podemos fazer 😉

      abraços!

  16. Olá Carlos,
    Estava lendo em outro site sobre uma declaração no Governo americano feita pelo diretor da Nasa, sobre a aproximação de asteroides, se um grande asteroide estiver a caminho da Terra.
    Sei que os Governos devem se preocupar com esses asteroides desconhecidos, mas essa afirmação é realmente alarmista, é real, há uma certa pressão nos Governos para liberação de verba juntamente com a preocupação, ou não é tão preocupante assim?
    E se o diretor da Nasa deu essa declaração, será que estão prevendo algo ou é só prevenção mesmo? Os asteróides que são conhecidos não apresentam risco certo?
    Obrigado pela atenção.

    1. Qual é a declaração? 😉

  17. adorei este topico carlos.

    • judce oliveira on 12/01/2013 at 22:41
    • Responder

    descupa aminha ignorancia,gostaria de saber uma vez ja feito os calclos preciso sabendo do inbate não ha apossiblidade de desviar ´a asteroide?

    1. O artigo é precisamente sobre os “cálculos precisos” feitos…

      Quanto a desviar, não se vai desviar algo que não apresenta perigo para nós. De qualquer modo, no artigo tem link para outros artigos sobre essa problemática.
      http://www.astropt.org/2011/08/28/e-preciso-desviar-o-asteroide-apophis/
      http://www.astropt.org/2011/11/11/formas-de-desviar-asteroides/

      abraços

  18. Com um nome desses e sede por “fim do mundo”, presumo que a nova data de “fim de mundo” já esteja marcada. 🙂

    • Vitor Navarro on 11/01/2013 at 17:14
    • Responder

    Haha.. li ontem em um site pseudo sobre isto. Eles estão fervorosos com o Apophis, dizem que Nostradamus previu tudo e que o mundo acaba em 2036.
    Ótima matéria!

    1. No tempo de Nostradamus, nem sequer se sabia o que eram asteróides…
      Dizer que Nostradamus falou nisso… é o mesmo que dizer que o Pai Natal previu a internet 😀

      abraços! 😉

  19. Epá, se o Apophis bater em alguma coisa, e fôr uma colisão grave, vão ter que usar a declaração amigável, pois o carro da PSP ou da GNR não chega ao local do acidente. Para mais temos o comando Stargate a enviar a SG-1, com a bela “Capitã” Carter e o resto da cartel, para aviar umas mocádas e deixá-lo todo partido.

    • António Almeida on 10/01/2013 at 23:02
    • Responder

    Olá Carlos,

    Por favor corrige-me se estiver enganado. “Janela de impacto” é a distância a que um objecto que orbite um corpo celeste possa ser “capturado” pela gravidade do mesmo. Pelo que eu penso saber, sem grande rigor, no planeta terra a janela de impacto situa-se perto dos 30.000Km.
    Não no caso do Apophis, mas sobre o 2012 DA14, que irá passar perto da terra em meados de fevereiro, pelo que tenho lido irá aproximar-se a uma distância perto dos 27.000km. Não se encontrará o mesmo dentro desta “janela”? Haverá algum risco de impacto?

    Obrigado

    1. Olá António,

      Quanto ao 2012 DA14:
      http://www.astropt.org/2012/02/29/enorme-asteroide-ira-passar-pela-terra-para-o-ano/

      Quanto à “janela de impacto” de 2029 quer dizer o o sítio onde ele vai passar, que sofrerá mais ou menos atracções gravitacionais de modo a mudar a órbita para 2036.
      Há um certo espaço em que se ele passar por lá em 2029, então quando ele passar em 2036 vai bater.
      Ao refinarem os cálculos perceberam que não irá passar nessa janela.

      abraços!

  20. Esses cálculos são feitos assumindo que ele não baterá em pequenos calhaus até 2029?
    E se bater? Era muita sorte?azar? ele desviar-se mesmo em direcção ao alvo.

    1. Sim, assumindo uma “órbita limpa”.
      Se bater nalguma coisa, ainda mais incertezas existirão… 😉

      1. Carlos Oliveira Muito Obrigado Por Essa Informação Eu Tinha Ficado Com Muito Medo 🙂

  1. […] Cemitério de Cometas. Asteróides (tag): estudo. Ameaça. Apophis, Desviar, Passagem, vídeo, 2036. Lutécia (imagens). Vesta. 2009 DD45. 2011 CQ1. Tempel 1. Toutatis. 2005 YU55. 2012 DA14 […]

Responder a Paulo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.