Cometa McNaught no Chile

O cometa McNaught atravessou os nossos céus em 2007, proporcionando um espectáculo magnífico.

6 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Obrigado pela atenção.

  2. Rsrsrsrsrsrsr
    Olá Carlos,
    Lendo seus posts na categoria sobre cometas, li vários artigos. Li sobre o Cometa Elenin. Li também vários artigos sobre Nibiru e o Planeta X. Sei que Nibiru não existe, mas como sou muito leigo, fiquei com algumas dúvidas sobre o Planeta X. Atualmente, já se sabe se ele existe mesmo? Mesmo não sendo em 2012, mas posteriormente? E se é ele que altera a órbita dos outros planetas, se realmente o movimento da órbita dos planetas estão sendo alteradas. Existe alguma coisa mesmo lá que pode ser o Planeta X? Se existe, ele representa perigo para a Terra? As dúvidas são várias, estou lendo alguns posts, mas gostaria de saber de você para entender melhor sobre o assunto.
    Mais uma vez, obrigado pelos esclarecimentos.

    1. O suposto planeta X é um planeta que pode existir para lá de Plutão. Já se descobriram vários “planetas X”: Eris, Quaoar, Sedna, etc.
      Nunca poderia vir até cá. As órbitas são para lá de Plutão. É como Neptuno ou Júpiter: nunca vêm para cá.

      abraços

    • Ricardo Correia on 28/01/2013 at 18:10
    • Responder

    “faça as malas” 🙂 Para onde? 🙂 Ra Patera?

  3. Olá Carlos, esses cometas passam distante da Terra? Esse não se chocou, mas há algum risco de algum se chocar com a Terra?
    Obrigado

    1. Não há nenhum em rota de colisão… 😉

      Quando houver… faça as malas 😀 ehehehehe 🙂

  1. […] – Cometas (tag): História. Halley. Lulin. Lovejoy. Hartley 2. Garradd. Lemmon. McNaught. Churyumov-Gerasimenko. PANSTARRS. Hale-Bopp. Hale-Bopp. Hale-Bopp e Pirâmides. Hale-Bopp nas […]

  2. […] Em 2007, este era o espectáculo que víamos nos nossos céus. Na imagem, vê-se os céus a partir do Chile: […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.