estória vs. realidade

Vê-se muito isto no Facebook e não só. Algumas pessoas dão mais valor à estória (narrativa inventada), ao interessante sensacionalismo que contam, à curiosidade por mais errada que seja, à poesia daquilo que contam, do que à realidade dos factos, ao conhecimento do assunto.
E curiosamente, as tretas parecem-me que têm mais “likes” do que a realidade em si.
Sendo que quando se corrige/critica a informação dada, parece ser um atentado à beleza da mentira…

via IFLS

via IFLS

9 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. É impressionante.

    “Não mexam com a minha ignorância sobre o assunto, ela tem uma ‘verdade’ mais bonita que a realidade”.

    Lítio nele.

    • BetinhoFloripa on 22/02/2013 at 11:52
    • Responder

    Imaginação humana pode tanto ser usada para o mal, qto para o bem…

    Segue um bom uso da imaginação…

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=j5Ftu3NbivE

    1. Não é imaginação, isso se chama “ignorância sem humildade”.

    • Fernando Simoes on 22/02/2013 at 11:22
    • Responder

    10 ft? Really? (Supondo que os 10 ft seja uma referência à unidade foot, 10 feet = 3 metros). Esta afirmação é uma completa idiotice. Por esta lógica, não era possível viver mais de 3 metros acima do nível do mar, por causa do calor. Então andar de avião é que nem pensar. É caso para dizer: My God. 🙂

  2. Claro que há muita desinformação, ignorância e estupidez no FB. Mas reparem que, no exemplo mostrado, o comentário que põe “os pontos nos ii” recebe 17 likes.
    E normalmente é assim. Possivelmente a maior parte das pessoas até reconhece uma treta quando a vê. Nós é que estamos muito mais sensíveis aos maus exemplos e aos absurdos que abundam na net…

  3. Até onde eu sei a palavra estória não é mais correto utilizar hoje em dia, o termo correto é historia, tanto para fictício e verídico.

    1. São os novos Brasileirismos Diego.

      Independentemente de a palavra “estória” ter tido o mesmo sentido do termo história que utilizamos actualmente e tenha sido utilizada antigamente para narrar acontecimentos reais.
      Aliás, o próprio artigo da Wikipedia confirma e você também teve o cuidado de o referir.
      Quanto aos novos brasileirismos são para ser respeitados uma vez que grande parte dos leitores são do outro lado do atlântico
      Oxalá não interpretem a ciência da mesma forma que interpretam o seu património linguístico.

  4. Eh! Eh! Já tinha visto no “I fu***** love science” no facebook, que por acaso até é uma fonte de informação engraçada e com alguns factos interessantes. Recomendo!

  1. […] de Verão gelado (aqui e aqui). Erros e mais erros. Discutir com pseudos. Jogar xadrez com pombos. Estórias. Touradas irracionais. Money bag. Disparates Virais. Caneta Espacial. Barulhos estranhos. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.