1 de Abril

Uma mentira de 1 de Abril: Plutão teria passado a ser uma lua de Júpiter. Crédito das imagens: NASA/JPL/USGS(Jupiter) & NASA/ESA & M. Buie of the SWRI (Plutão), com o photoshop a ficar a cargo do professor David Dickinson.

Uma mentira de 1 de Abril: Plutão teria passado a ser uma lua de Júpiter. Crédito das imagens: NASA/JPL/USGS(Jupiter) & NASA/ESA & M. Buie of the SWRI (Plutão), com o photoshop a ficar a cargo do professor David Dickinson.

Todos os anos, instituições e pessoas altamente credíveis aproveitam o dia 1 de Abril para lançar mentiras de forma humorística.
Em 1976, o famoso Sir Patrick Moore avisava para os perigos terrestres de ter Plutão alinhado com Júpiter, levando a que uma legião de pessoas telefonassem para a BBC a dizerem que garantiam que os efeitos já se faziam sentir na Terra.
Por vezes até saem artigos científicos neste dia bastante humorísticos: tal como a detecção da Fada dos Dentes, ou quando o ano passado saíram evidências da influência dos Illuminati nas oculares de telescópios caseiros.

Este ano, as mentiras mais famosas foram o encerramento do Youtube e o Google Nose.

Nós no AstroPT também entramos na brincadeira.
Quem nos conhece, sabe que todos os anos celebramos o Dia das Mentiras.
A nossa mentira astronómica deste ano foi relativa a Marte: todos os posts (3) sobre Marte a 1 de Abril eram obviamente mentira (aliás, todos eles estavam na categoria Humor).

Se são nossos leitores assíduos, sabem certamente que isto para nós não é uma mera brincadeira.
Nós promovemos a literacia científica e a literacia funcional.
Assim, para nós, estas brincadeiras são pedagógicas, porque desenvolvem o sentido crítico.

Como já explicamos neste artigo, os melhores professores são aqueles que “enganam os alunos” de modo a os fazer pensar e desenvolver o pensamento crítico.

Vejo com satisfação que de ano para ano, cada vez mais leitores notam que os estamos a enganar.
Vários notam mesmo que utilizamos a categoria “humor”.
Parabéns a todos esses que utilizaram o sentido crítico.
Para os outros, há que desenvolver melhor essas ferramentas de pensamento, de modo a para o ano já não se deixarem enganar 😉

professor

1 comentário

1 ping

  1. Desculpas aceites. 🙂

  1. […] na Terra. Rover Curiosity tenta salvar Marte. Astrol. Professor Astrol. Evoluindo Quanticamente. Sir Patrick Moore […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.