“Some like it hot…”

venus-transit-hinode-2012
(O trânsito de Vénus, visto pelo observatório Hinode. O planeta KIC 8435766b poderia ter este aspecto observado de uma nave na sua proximidade. Crédito: JAXA/NASA)

Uma equipa de astrónomos liderada por Roberto Sanchis-Ojeda (Kavli Institute for Astrophysics and Space Research / MIT) descobriu na base de dados da missão Kepler um planeta extraordinário, do tamanho da Terra e orbitando a sua estrela hospedeira, pouco mais fria e menos luminosa do que o Sol, em apenas 8.5 horas! A estrela, com a designação de KIC 8435766 (KIC – Kepler Input Catalogue), tem magnitude 11.5 o que é relativamente brilhante no que diz respeito à amostra observada pelo Kepler. O seu brilho elevado e a periodicidade curtíssima do planeta possibilitou a obtenção de observações com uma relação sinal-ruído excelente, permitindo detectar não só os trânsitos do planeta, mas também a sua ocultação pela estrela (quando o planeta passa por detrás da estrela visto da Terra) e a luz proveniente das fases do planeta, à medida que percorre a sua órbita. Com base nestes dados os astrónomos calculam que o KIC 8435766b, como é agora conhecido o planeta, tenha temperaturas superficiais (ou no topo da atmosfera, se existir) entre os 2400 e os 3100 Kelvin. O brilho da estrela hospedeira permitirá de futuro realizar um estudo muito mais detalhado deste mundo tão exótico a partir de observatórios na Terra.

Podem ver o artigo original aqui.

2 pings

  1. […] Kepler-62e. Kepler-62, Kepler-69. Kepler-78b (aqui). Kepler-90. Kepler-91b. KIC 12557548. KIC 8435766b. UCF-1.01. Diamante. 55 Cancri-e de diamante. Negro. Centro da Galáxia. Centro Galáctico. Outra […]

  2. […] Kepler-78b é um mundo impressionante. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.