Transformação de Neutrinos Muão para Neutrinos Electrão

Super Kamiokande é o maior detector de neutrinos no subsolo, Japão.
Crédito: Stony Brook University
Ontem no encontro da Sociedade Europeia de Física em Estocolmo, a colaboração internacional T2K anunciou a observação da transformação de neutrinos muão (vμ) para neutrinos electrão (νe). Em 2011, esta colaboração anunciou os primeiros indícios deste processo como um novo tipo de oscilação do neutrino; agora, depois de analisados 3,5 vezes mais dados, foi possível estabelecer este tipo de transformação. Este tipo de observação no T2K é o primeiro deste género em que uma aparição explícita de um único “sabor” de neutrino (νe) no seu ponto de detecção é inequivocamente observado a partir de um “sabor” diferente do neutrino (vμ) no seu ponto de produção.
Modelo-Padrãoneutrino é uma partícula subatômica, da família dos leptões, sem carga eléctrica e que interage com outras partículas por meio da interacção gravitacional e da interacção fraca (duas das quatro interacções fundamentais da Natureza, ao lado da interacção electromagnética e da interacção forte)[1]. É conhecido por suas características extremas: é extremamente leve (algumas centenas de vezes mais leve que o electrão [2][3]), existe com enorme abundância (é a segunda partícula mais abundante do Universo, depois do fotão) e interage com a matéria de forma extremamente débil (cerca de 65 bilhões de neutrinos atravessam cada centímetro quadrado da superfície da Terra voltada para o Sol a cada segundo)[4].
[1] Griffiths, David. Introduction to elementary particles. [S.l.]: John Wiley & Sons, 1987. p. 9. ISBN 0-471-61544-7
[2] a b c (12 de julho de 2010) “Neutrinos are likely half as massive as previous estimates suggested“. Science Daily.
[3] a b c Thomas, Shaun A.; Abdalla, Filipe B.; Lahav, Ofer. (2010). “Upper bound of 0.28 eV on neutrino masses from the largest photometric redshift survey”. Physical Review D 105.DOI:10.1103/PhysRevLett.105.031301. Pré-print disponível no arXiv.
[4] Bahcall, John N.. (2005). “Solar Models and Solar Neutrinos: Current Status”. Physica Scripta T121.DOI:10.1088/0031-8949/2005/T121/006. Pré-print disponível no arXiv.
Posts sobre neutrinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.