Classificar planetas com base na sua temperatura

HEC_View

Tendo em conta a quantidade de exoplanetas que têm sido descobertos, e a sua semelhança, sobretudo quando estão na zona habitável, o Planetary Habitability Laboratory propôs há 2 anos atrás uma classificação com base na média de temperatura à superfície dos planetas.

Curiosamente, as classes P e M eram utilizadas em Star Trek para classificar planetas habitáveis.
Nesta classificação, a Terra é um planeta de Classe M. Em Star Trek também era.

Em 2011, os exoplanetas descobertos incluídos nesta classificação seriam estes:

Crédito: PHL

Crédito: PHL

2 comentários

1 ping

  1. Legal – gostei, inclusive do carimbo aí de aprovação!!

  2. Venho aqui em público (apesar de virtual) declarar que eu APROVO essa classificação.

    Mas que creio que o ideal é que se classifique qualquer astro e não somente planetas.
    Pois, afinal de contas oq é um Planeta?

    Titã e Ganimedes poderiam tranquilamente ser planetas se não orbitassem outros planetas.

    Mas em todos casos, é um bom passo dado.

    Aqueles que lembram da minha sugestão, devem se lembrar que era parecida, mas mais completa.
    No caso a classificação que eu propunha não tratava somente de uma característica, mas outras também.

    Creio que assim como que agora se sugere esta classificação, uma hora ou outra irão sugerir mais sub-classificações e então quando considerarem “qualquer astro” e não somente planetas, se transformará exatamente naquela minha ideia.

    É melhor que se faça duma vez classificações de todos os astros, porque se não logo poderão surgir classificações específicas e so depois então unir elas, como sugeri já a algum tempo aqui.

    Mas por enquanto deixo aqui meu carimbo de aprovação

    APROVADO pelo Xevious

  1. […] de Habitabilidade Planetária. Catálogo de Planetas Habitáveis. Potencialmente Habitáveis. Temperatura. Conservadores. Entrevistas. Geoffrey Marcy. Nuno Santos. Exoluas (MOA-2011-BLG-262). Exoaneis. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.