Eclipse da Lua 18-10-2013

Já amanhã, dia 18 de Outubro, a Lua irá passar pela sombra da Terra. Não exatamente pelo cone de sombra, a que se chama umbra, mas pela região a que se chama penumbra, em que a Terra bloqueia parte da luz do Sol. Por este motivo, o eclipse chama-se eclipse penumbral da Lua.

penumbra

Ao contrário dos elipses do Sol, em que é o nosso satélite que encobre o disco solar e apenas são visíveis por quem estiver na sombra que a Lua projecta sobre a superfície terrestre, um eclipse da Lua é sempre visível por todo o hemisfério terrestre que estiver voltado para a Lua (desde que as condições climatéricas o permitam, claro!). O eclipse de amanhã, será visível pelas Américas, Europa, África e quase toda a Ásia (com excepção da parte mais oriental).

eclipse-2013-10-18

O que se pode esperar ver num eclipse penumbral?
Como a Lua estará sempre a ser iluminada por uma parte da luz solar directa, muitos observadores podem ficar desapontados com o que verão, especialmente no início. Na verdade, à hora marcada para o começo do eclipse, não se verá nada. Só no decorrer do eclipse, enquanto a Lua vai ficando mais mergulhada na penumbra e se aproxima da umbra (perto do máximo do eclipse) se verá que a parte da Lua mais a norte está inalterada enquanto o resto do satélite está ligeiramente obscurecido com um tom alaranjado que se torna mais intenso e acastanhado no extremo sul.

images

Quem amanhã à noite estiver a observar o eclipse, tente imaginar a posição relativa dos três corpos que o tornam possível: A Lua, alta no céu, o Sol atrás de nós e abaixo do horizonte, e o planeta Terra, em cuja superfície nos encontramos e que projecta um cone de sombra no espaço.

Boas observações. Fico a aguardar feedback dos nossos leitores que observem o eclipse e aqui queiram partilhar as suas experiências.

15 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. chatp!

  2. já aconteceu?

    • MAICON DOUGLAS LELES DA SILVA on 19/10/2013 at 02:42
    • Responder

    q horas vai ser esse eclipse ??

    1. Leia o comentário anterior…

    • Gabriel Franco on 19/10/2013 at 00:04
    • Responder

    que horas vai começar o eclipse?

    1. Leu o comentário anterior?

  3. Horas:
    http://www.vercalendario.info/pt/lua/brasil-18-outubro-2013.html
    (daqui a 11 minutos)

    Evento online:
    http://events.slooh.com/
    (começa daqui a 6 minutos)

  4. Diz que hrs vai ser

  5. Imagina a imagem de algo grande, por exemplo a Torre Eiffel..
    Em um certo momento vai fazer sombra na Lua.

    Daria pra calcular isso certinho e também fotografar a sombra dela na Lua.

    Alguém topa?

    1. à distância a que a Lua se encontra, os contornos da sombra da Terra são demasiado difusos para isso. São tão difusos que nem sequer as sombras das maiores montanhas se distinguem individualmente.
      Mas a ideia até é interessante 😉

  6. Nossa eu sempre amei Astronomia por isso seria uma futura Dr Astrofísica termonuclear
    obrigada por essa informação

  7. Amigo Rui Costa! quero comprar um telescópio e queria saber de vc qual seria uma bom telescópio para observar planetas e fenômenos que acontece diariamente!

    1. Olá. Se ainda não tem experiência com observação astronómica (se apenas consegue identificar e localizar a Lua e um ou dois planetas), não lhe recomendo que compre um telescópio. Antes disso, compre algo muito mais acessível: um livro de iniciação à astronomia e uns binóculos. Os binóculos devem ter, nas especificações, 7X50 ou 10X50 (o primeiro número refere-se à ampliação dos objectos observados e o segundo número é o diâmetro da objectiva em milímetros).

      Apesar de uns binóculos parecerem algo simples, são de facto um poderoso auxiliar na astronomia e o melhor instrumento para se começar a conhecer o céu e as constelações. Por incrível que possa parecer, têm algumas vantagens em relação a um telescópio:
      – Têm um campo de visão muito mais amplo que um telescópio – a porção de céu que se vê ao olhar por eles;
      – São muito fáceis de usar – é só segurar nas mãos e olhar para o céu
      – Habitualmente são muito mais baratos;
      – Podem também ser usados durante o dia noutro qualquer hobby.

      Se já tem uns binóculos e já conhece minimamente o céu, sabendo identificar e localizar a Lua, Saturno, Júpiter, a galáxia de Andrómeda, as Plêiades, a nebulosa de Orion, etc, então poderá adquirir um telescópio.
      Quanto a telescópios, há vários tipos de tubo óptico e de montagens. Cada uma das variações será mais adequada para um determinado fim. Os refratores, com montagem equatorial são mais adequados para observação planetária e astrofotografia, os refletores são habitualmente maiores e são melhores para objectos do céu profundo (galáxias, nebulosas, etc.)…
      Além dos tipos de tubo ou de montagem, decidir qual é o telescópio mais indicado para cada pessoa, depende também de outros factores, como por exemplo se observa de casa ou se terá que se deslocar para um local mais escuro (afastado de fontes de iluminação artificial), neste caso o peso do instrumento conta; Se tiver que se deslocar para um local de observação convém ter a certeza que cabe no carro, e neste caso o tamanho dele também é importante; etc…

      O melhor mesmo é verificar se há algum clube ou associação de astrónomos amadores próximo da sua cidade e, em caso afirmativo, contactá-los e acompanhá-los numa noite de observação; Aí terá oportunidade de ver, experimentar e avaliar por si mesmo qual será o mais adequado.

      Sei que não ajudei muito, mas acredite que é melhor ponderar muito bem se compra um telescópio e que telescópio comprar pois se não conhece o céu e apenas comprar um qualquer por impulso, acabará por ter um telescópio a acumular pó num canto da garagem…

    • Samuel Tamarozzi on 17/10/2013 at 17:41
    • Responder

    A data do seu artigo está errada. A data correta é dia 18/10/2013. Rs… Grande abraço!

    1. Claro! Corrigido.
      Obrigado pela correção 😉

  1. […] 12 fotos e vídeo, 2010, 2009, noite), Parcial, Anelar (2010, 2008), Híbrido (2013). Lunar (2014, 2013, 2011 com explicação e transmissão e fotos, 2010, 2008). Próximos. Luas Sangrentas: […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.