“Mundo perdido” encontrado na Austrália

lostworld0

Uma expedição para uma parte remota do nordeste da Austrália descobriu 3 novas espécies de vertebrados isolados por milhões de anos, um verdadeiro “mundo perdido”, segundo os cientistas.

Conrad Hoskin da James Cook University e uma equipe de filmagem da National Geographic foram deixados via helicóptero numa região acidentada de Cape Melville no começo do ano e ficaram impressionados com os achados, que incluem uma lagartixa com uma cauda parecida com uma folha, um skink (tipo de lagarto) dourado e um sapo amarelo/branco com pintas marrons.

Segundo Hoskin, é uma descoberta impressionante, especialmente considerando o local, já que se pensava que a Austrália era uma região bem explorada.

A serra praticamente intransitável é o lar de milhões de pedras de granito do tamanho de carros e, embora pesquisas tivessem sido previamente conduzidas na área ao redor, uma verdadeira floresta, identificada por imagens de satélite, permanece largamente inexplorada, escondida pelas paredes de pedra.

lostworld1

Em apenas alguns dias a equipe descobriu três novas espécies bem como uma série de achados interessantes que os cientistas disseram ser novos para a ciência. De acordo com a National Geographic, a equipe planeja retornar em alguns meses para procurar por novas espécies, incluindo caramujos, aranhas e talvez até pequenos mamíferos.

“Todos os animais aqui do Cabo Melville são incríveis apenas por terem persistido por milhões de anos na mesma área sem serem extintos. É simplesmente espetacular”, disse Conrad Hoskin.

 

Com informações de Phys.org.
Imagens de Conrad Hoskin/James Cook University/Divulgação

1 comentário

  1. No Suriname foram catalogas mais de 90 novas espécies neste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.