Espaço Vazio

atomos

Os átomos consistem em 99,9999% de espaço vazio.
Isto quer dizer que o computador para onde estão a olhar, a cadeira onde estão sentados, e tu próprio, são maioritariamente espaço vazio.

Será que isso quer dizer que não existimos? 😛

9 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. “Será que isso quer dizer que não existimos?”
    Não, significa que ocupamos muito espaço =)

    • Graciete Virgínia Rietsch Monteiro Fernandes on 31/03/2014 at 14:01
    • Responder

    Como muitas vezes tenho afirmado, este é o meu Blog de Ciência preferido. E por isso vou pôr uma dúvida. Será que existe mesmo o vazio ou será que ele é preenchido por energia? A energia, tal como a entendo, é uma forma de matéria e portanto deve ocupar espaço. Por isso parece-me lógico que grande parte da massa do nosso Universo esteja sob a forma de energia, ocupando todos os espaços vazios. Até já ouvi falar em extrair energia do vazio. Mas eu não sei nada. São apenas dúvidas que me vão surgindo, quando me ponho a pensar. Se o cientista Carlos Oliveira, que admiro, achar que esta dúvida tem alguma lógica, gostava de ouvir a sua opinião.
    Um abraço.

    1. Não existe espaço “vazio”, no sentido de completo vácuo (sem nada).

      Imagine a Graciete que em laboratório até já conseguimos produzir mais vácuo (mais vazio) do que existe no espaço…

      Quanto ao espaço, além dessa energia (e partículas) sempre presente, imagine que até existem partículas virtuais… partículas que aparecem (passam a existir) e desaparecem (deixam de existir) em décimos de segundo 😉
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Part%C3%ADculas_virtuais

      abraços!

  2. Na verdade o espaço “ocupado” pelas partículas fundamentais das quais somos feitos (prótons, elétrons e nêutrons) não importam em nada. O princípio de exclusão de Pauli é que “garante a “rigidez” ou “resiliência” da matéria ordinária (fermions): o princípio de exclusão de Paulo proíbe que férmions idênticos sejam espremidos uns contra os outros” … “nossas observações quotidianas do mundo macroscópico mostram que objetos materiais colidem, ao invés de atravessar uns aos outros, e de que somos capazes de nos apoiar de pé sobre o solo sem nele afundar” …

    Uma boa lida no artigo da wikipédia serve para esclarecer bem este intrigante tema:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Princ%C3%ADpio_de_exclus%C3%A3o_de_Pauli

  3. Portanto, os 20 euros que gastei hoje para pagar a posta de espadarte, afinal foram gastos em…vazio!!!
    Tá mal. Ando a ser enganado à força toda.

  4. Como não ateu e partidário da ciência, me ponho a comentar , sem expor os meus princípios,,. Apenas de forma despida.Temos um lado da moeda e temos o outro. O que existia antes do Big Bang ? Que matemática fantástica é esta que constrói e reconstrói o Universo ? Que estranhas coincidências agrupam as coisas e revelam princípios inteligentes desde o mapeamento do DNA ao grande macrocosmo ? O que existe além das fronteiras do Universo ? A evolução se impulsionou sozinha ou foi um ato pensado por um ser a dar início a tudo ? Sem apologias religiosas ou dogmatismo científicos vejo todo este agrupamento de átomos desde o principio ao futuro de tudo como uma causa maior; muito além ……O que criamos ou representamos como Deus é apenas a nossa minúscula visão de algo muito maior que a nossa atual escala evolutiva ainda tão pequena como “crianças cósmicas” não nos permite conhecer;apenas sentir, pensar racionalmente,assim como fizeram os gregos do período clássico. Vejo o conhecimento como algo colocado em nós para uma razão maior,ou melhor, por uma causa maior ,racional, individual.Muito além das nossas construções e representações Históricas deste divino a quem denominamo de Deus. Defendo que pensar a ciência não exclui pensar uma causa INTELIGENTE como principio criador a impulsionar a EVOLUÇÃO do UNIVERSO.

  5. As coisas sólidas existem porque existe repulsão entre as partículas.

    Isso me leva a pensar no que seria a coisa fundamental.
    Algo que se agrupa a certo ponto e acima deste ponto se repele.
    Formando corpúsculos.

    Creio que seja uma energia, que encapsularia a si própria como um toroide.

  6. Carlos, não me leves a mal a publicidade… Escrevi o artigo intitulado “Espaço Vazio” (http://www.clube.spm.pt/arquivo/2210/) no passado mês de maio como uma das minhas contribuições mensais para o Clube de Matemática da Sociedade Portuguesa de Matemática. O tema é o mesmo do teu post, mas mete astronomia, e não só, à mistura. 🙂 Abraço.

    1. Excelente! 😀

      Não tenho nada que levar a mal a “publicidade”. É bem-vindo o conhecimento 😉

      Obrigado Daniel 🙂

      Se quiseres, e se tu e a SPM derem autorização, colocamos esse texto aqui em post 😉

      abraços!

  1. […] alguns dos meus dedos a tocar nas teclas de um computador. Todos estes objetos são essencialmente espaço vazio! Porventura o leitor parou no ponto de exclamação, releu o texto e pensou: o homem está […]

  2. […] o mundo. Bússola. Balão de Ar Quente. Lei da Gravitação Universal. Holograma. Criptografia. Espaço Vazio. Composição do Corpo […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.