Milhões de planetas potencialmente habitáveis?

Slides-8_800_600

No início deste mês, saiu a notícia que os dados recolhidos pelo telescópio espacial Kepler sugerem que poderão existir milhões de planetas potencialmente habitáveis na galáxia.

Na nossa Galáxia, 1 em cada 5 estrelas semelhantes ao Sol poderá ter um planeta do tamanho da Terra na sua zona habitável.
A estrela semelhante ao Sol mais próxima de nós e com planetas a orbitá-la está a cerca de 12 anos-luz. Será que esse planeta é habitável?

A ideia é apelativa. No entanto, estas estimativas pressupõem sempre demasiadas características que se tivermos um olhar crítico, fazem com que os “grandes títulos” percam significado.
Por exemplo:
– potencialmente habitáveis não quer dizer que sejam habitados.
– estamos a falar de “vida tal como a conhecemos”.
– a diversidade de vida na Terra não depende só do tamanho do planeta e da sua distância ao Sol.
– vamos supôr que um planeta tem estas características, mas muda uma delas, como por exemplo a densidade atmosférica. Obviamente, com maior densidade as temperaturas subiriam, o que faria com que muita da vida que conhecemos não fosse possível.
– o planeta que melhor exemplifica as limitações destas notícias é Vénus: tem um tamanho similar à Terra, está nos limites da zona habitável, e no entanto a vida que conhecemos não sobreviveria na superfície de Vénus. Vénus é um dos “milhões de planetas potencialmente habitáveis” e no entanto não é habitado.

Leiam a notícia original, em inglês, aqui.

16 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Estou escrevendo um livro que trata de ufologia, mas também trata de religião, espiritismo e biologia.
    Neste livro gostaria de obter ajuda de diferentes pontos de vista gostaria de saber se poderia contar com o seu ponto de vista.
    Não posso pagar para obter ajuda, mas prometo o nome dos colaboradores na página de agradecimentos.

  2. Quando passarmos a procurar vida orgânica em outros mundos, e ter tecnologia eficaz em estudar atmosferas, nossa procura provavelmente será por Oxigênio – e possivelmente Ozônio.
    O importante do Oxigênio é que ele é uma gás altamente reativo, não costuma ficar livre se solto na natureza – basta olharmos as atmosferas da Marte e Vênus – a presença de Oxigênio em suas naturezas é tão significativa quanto na Terra, mas não está livre – ele imediatamente se junta ao Carbono formando atmosferas predominadas pelo dióxido de carbono (CO2) e algum monóxido de carbono (CO).
    Para termos um Planeta com grande presença de Oxigênio livre, é preciso produção constante – e essa é a atividade da vida num Planeta parecido com a Terra: fotossíntese. Outros gases são produzidos por seres vivos – o Metano por exemplo, pode indicar a presença, inclusive, de seres heterótrofos (algo como animais – seres que não produzem seu próprio alimento).
    No entanto, para o Metano há também muitas outras fontes naturais, como vulcões, por exemplo. Tudo isso deixa como melhor indicador, na minha opinião, o Oxigênio, como um indício poderoso de que um Planeta X é habitado por criaturas parecidas com as nossas formas de vida e água.

    Se falei algo errado por favor corrijam-me :).
    Ótimo artigo Carlos, sou seu fã, hehe, abraços.

  3. “Podemos plantar árvores em um planeta com muito CO2, ou melhor, algas, que produzem mais Oxigênio”
    Ilkner Silva, essa sua teoria é muito boa, engraçada e criativa. Considerando as conclusões do cientista Hawking, seria uma boa maneira para os seres humanos escapar de sua própria extinção. LOL

    1. Hehehe, obrigado.
      Isso é possível, se no tal planeta existir água, que é o elemento básico…
      Li um tempo atrás alguma coisa sobre plantar algas em marte.

      Parecido com isso : http://hypescience.com/podemos-tornar-marte-habitavel-bombeando-oxigenio-na-atomosfera/

      Têm até um Filme : http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-planeta-vermelho-dublado-online.html

      Vai chegar uma hora que a gente vai ter que sair daqui.
      Mas ainda temos que descobrir uma maneira de viajar a velocidade da luz, ou acima disto! =D

        • Jardson on 20/11/2013 at 22:53

        Fantástica essa ideia sobre marte. Queria muito contribuir para que isso se torne real. Através disso, a humanidade poderia amenizar muitos problemas, como o grande crescimento populacional, por exemplo. Seria muito mais fácil para os humanos lidar com problemas globais, com a ajuda do planeta vizinho. Acredito sim que algum dia a humanidade conseguira.

  4. Eu acho esses limites demasiado curioso, já que na minha intuição há sempre no universo um lugar além. Essa pergunta também é uma das que mais intrigam a humanidade, ao lado de quem somos, de onde viemos, para onde vamos. Carlos, será que a tecnologia será capaz de responder essas perguntas? Eu tenho minhas próprias respostas para essas perguntas existencialistas. Quem somos: seres que estão em perfeita harmonia com a natureza. De onde viemos: nossa matéria sempre existiu no universo. Para onde vamos: nenhum lugar além do universo e a morte será a mesma sensação de não ter nascido. Você concorda?
    Abraços

  5. Carlos, eu queria saber se a quantidade de planetas no universo é limitado?

    1. Depende se o Universo é limitado ou ilimitado, ou melhor, se é finito ou infinito 😉

      Exemplo: a superfície terrestre é finita e ilimitada. Ou seja, o Jardson pode andar para sempre ao redor da Terra, nunca encontrando limites. Assim, é ilimitada. Mas é finita, porque a “bola terrestre” não se prolonga pelo infinito.
      Se o Universo for finito, então há um número máximo de planetas que poderá conter 😉

      abraços

  6. Qual a chance de um destes planetas conter um atmosfera parecida com a nossa, com um campo magnético e com uma lua para equilibrar a rotação ?

    1. Atmosfera como a nossa? 0

      1. Você pode me passar mais informações sobre isso ?
        Por que a nossa atmosfera é tão rara assim ?
        Na nossa galáxia tem bilhões de estrelas, em média 40% dessas estrelas tem planetas orbitando…
        Não é possível que em alguns planetas não têm uma atmosfera parecida com a nossa…

      2. A Terra tem uma atmosfera constituída desta forma:
        http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/7/7a/Atmosphere_gas_proportions.svg/300px-Atmosphere_gas_proportions.svg.png
        http://en.wikipedia.org/wiki/Atmosphere_of_Earth#Composition

        Vamos supor que não tinha Krypton OU vamos supor que tinha 1% de metano.
        Só isso já faria uma atmosfera diferente da nossa.

        Note que mesmo a nossa atmosfera é temporária. Ela é assim agora, mas não foi assim no passado nem vai ser assim no futuro.
        No tempo dos dinossauros – há pouco tempo em termos cósmicos – tinha 31% de oxigénio na atmosfera. Não era esta atmosfera que respiramos agora.
        Quando a vida começou na Terra, a atmosfera praticamente não tinha oxigénio. Era completamente diferente desta agora. 😉

        Ou seja, ter as percentagens exactas de cada elemento como temos agora, não é só raro no Universo, mas até é raro na própria Terra 🙂

        abraços! 😉

      3. Obrigado pelas informações ;D
        Eu entendi.
        Mas vou mudar minha pergunta :
        Qual a chance de existir um planeta com ar ‘respirável’ ???

      4. Respirável, para quem? Para os Humanos?

        Note que existe vida na Terra que “respira” em ambientes de enxofre, por exemplo, por isso adorariam essa atmosfera para eles.

        Quanto a nós, mais uma vez, é muito raro poder existir uma atmosfera com os níveis de concentração existentes agora na Terra, noutro planeta 😉
        Se voltarmos à Terra dentro de milhões de anos, ou há milhões de anos, teríamos dificuldade em respirar. E estaríamos na mesma na Terra 😉

      5. Note que nós estamos adaptados a esta atmosfera 😉

        Ou seja, não é tanto ser raro existir esta atmosfera noutros lados, mas sim a nossa adaptação ao longo de centenas de milhares de anos fez-se a esta atmosfera e não a outra similar ou diferente 😉

        abraços!

      6. Legal, apesar disso, caso a gente venha a achar algum planeta habitável no futuro, creio que mudar a atmosfera do planeta não será tão difícil assim.
        Podemos plantar árvores em um planeta com muito CO2, ou melhor, algas, que produzem mais Oxigênio ;D

        Até lá ainda temos alguns milhões de anos pra pensar… :p

  1. […] 1.000 exoplanetas. Índice de Habitabilidade Planetária. Catálogo de Planetas Habitáveis. Potencialmente Habitáveis. Conservadores. Entrevistas. Geoffrey Marcy. Nuno Santos. Exoluas (MOA-2011-BLG-262). Exoaneis. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.