Estrelas falhadas próximas de nós poderão ter planetas

Two_Brown_Dwarfs_in_Our_Backyard

Uma nova investigação permitiu ter dados mais precisos para o par de anãs castanhas/marrons mais próximo da Terra. A precisão é tal que é comparável a saber exactamente (com uma margem de erro de 10 centímetros) onde uma pessoa está em Nova Iorque, se fizermos essa medição a partir de Paris.

Este sistema de anã castanhas chama-se Luhman 16AB, foi descoberto este ano, e encontra-se a apenas 6,6 anos-luz de distância da Terra. Estas estrelas falhadas têm massas de 30 a 50 massas superiores à massa de Júpiter (o Sol tem uma massa cerca de 1000 vezes superior a Júpiter).

Os dados mais precisos mostram que poderá haver um terceiro elemento nesse sistema. Esse elemento tem massa planetária. Provavelmente o planeta estará em órbita de uma das anãs castanhas/marrons.

Leiam o comunicado de imprensa e o artigo científico.

2 comentários

1 ping

  1. Pelo que tenho observado, existe uma regra no universo.
    Onde um astro de certo tamanho, ele deverá ser acompanhado de astros menores.

    E ainda acho que tem algumas destas anãs castanhas num perímetro menor doq Alfa Centauro.
    Que poderão ter astros do tamanho de planetas ao redor deles.

    Acho isso, só por uma questão de estatística, a incidência destes astros (anãs castanhas) parece ser 20x maiores doq a incidência de estrelas visíveis.

    1. “Onde um astro de certo tamanho, ele deverá ser acompanhado de astros menores.” <--- True 😉 "anãs castanhas num perímetro menor do q Alfa Centauro." <-- neste momento, não se pode descartar essa hipótese 😉 abraços!

  1. […] Hot Jupiters. Terrestres. Super-Terras com vida e frequentes. Estranhos. Mais frio. Nevar pedras. Anãs Castanhas. Múltiplos. Órfãos. Matéria Negra. Atmosferas. Mapa Atmosférico. Formação. Detecção. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.