Água Incendiária

Buendiario-agua-quema-basura-estacion-espacial-1

É mesmo água mas em condições especiais. Na Estação Espacial internacional está a estudar-se a água supercrítica. Quando é comprimida a 217 atmosferas (equivalente a 224,16kg/cm2) e aquecida a 373ºC, torna-se supercrítica e toma propriedades interessantes.

Acima desse ponto crítico, as moléculas de H2O transformam-se em algo que não é nem sólido, nem líquido e nem gás. É algo melhor descrito como um “gás tipo líquido”” (Mike Hicks, do Centro de Pesquisa Glenn, da NASA). Essa água pode tornar-se tão corrosiva que pode corroer diamante!

O ponto supercrítico permite a queima de materiais sem chama e sem, claro, gerar poluentes, o que é bastante útil para nos livrarmos de lixo em espaços onde não convém ou não se pode foguear. “Esta é uma forma relativamente limpa de queima que produz água pura e dióxido de carbono, mas nenhum dos produtos tóxicos da incineração comum”.

A experiência que usa um equipamento francês (DECLIC) montado no laboratório japonês Kibo, continuará durante um ano, numa série de seis rodadas de teste, cada uma com duração de aproximadamente 15 dias.”

A expectativa é que o experimento se transforme em uma nova tecnologia de tratamento de esgotos mais eficiente e mais limpa.”

No gráfico abaixo, além do ponto triplo, conhecido por quem estudou termodinâmica e fluidos, há agora um 2º ponto triplo referente ao estado supercrítico.

010125140124-agua-supercritica

Fonte: Site de Inovação Tecnológica

Este vídeo mostra a dinâmica molecular da água supercrítica:

 

1 comentário

  1. Muito interessante.
    Condições de existência que limitam severamente a dinâmica molecular, ou o seu comportamento cinético nos estados que conhecemos na natureza e consequentemente; como diz o texto “permite a queima de materiais “sem chama” ou seja existe: oxidação violenta ou combustão sem a típica libertação de radiação eletromagnética. Os produtos secundários são CO2 e H2O! Ok, de onde vem o O2 que é usado na combustão? Está misturado na água, visto não sobrar H2?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.