Mar 21

«Luas Sangrentas»

eclipselunartotal-size-620

Evolução de um eclipse total da Lua. Nas duas imagens acastanhadas, o tempo de exposição foi muito maior que nas fases parciais porque a lua está a atravessar a umbra (a parte mais escura da sombra do nosso planeta).

Alguns dos nossos leitores pediram que escrevêssemos um artigo acerca das chamadas «Luas sangrentas». No início não fazia a mais pequena ideia do que seria esse fenómeno. Nunca ouvira falar de tal coisa.

Uma breve pesquisa na internet, veio a revelar que se trata de um fenómeno recente e aparentemente restrito ao Brasil. Algumas das páginas (a maioria) tem um carácter religioso e estão mesmo associadas a seitas ou grupos religiosos.

A linguagem usada é a habitual entre quem pretende espalhar o medo para se aproveitar das fragilidades, receios e ingenuidade das pessoas. Aparentemente não passa de mais um esquema associado a uma religiosidade e misticismos doentios que só pode ter como objectivo cativar pessoas para seitas e religiões ou para vender livros e dar notoriedade a uns quantos charlatães…

 

A associação entre supostas profecias, com citações bíblicas ou sem elas, e fenómenos astronómicos, reais ou imaginários, não é nada de novo e só revela falta de originalidade. Já não bastavam as nuvens ácidas, o planeta Nibiru, as profecias Maias, uma estrela marrom companheira do Sol e mais um sem fim de ideias fantasiosas e sem nenhum fundamento?

Agora aparece mais esta, com datas bem precisas: 15 de Abril de 2014, 8 de Outubro de 2014, 4 de Abril de 2015 e 28 de Setembro de 2015… Uma consulta ao calendário lunar, mostra que se trata de datas em que a Lua entra na fase de Lua Cheia, altura em que o nosso satélite natural está no ponto oposto ao Sol e onde é mais provável que o cone de sombra da Terra obscureça a Lua.

Como em matéria de eclipses tenho mais confiança nas páginas da NASA que em textos antigos ou sites duvidosos, fiz uma breve pesquisa no site da NASA e de facto constata-se que nesses 4 dias a Lua irá passar pela sombra da Terra, sendo eclipsada.

 

Só por curiosidade, fui verificar as características dos eclipses e são os 4 eclipses umbrais: a Lua passa na parte mais central e mais escura da sombra da Terra, o que lhe dará uma tonalidade entre o cor-de-laranja e o castanho.

2014-04-15T

Eclipse da Lua em 15 de Abril de 2014

2014-10-08T

Eclipse da Lua em 8 de Outubro de 2014

Um eclipse da Lua não é nada de extraordinário. É um fenómeno relativamente frequente. Todos os anos ocorrem pelo menos dois e, muito provavelmente, os 2 destes ano e os 2 do próximo ano decorrerão como todos os outros.

Mas porquê aquele tom entre o alaranjado e o acastanhado, passando pelo vermelho? Será algo fora do normal?
Não, esse tom avermelhado é algo normal e a que assistimos todos os dias e nem notamos… resulta da refração e da dispersão da luz solar na nossa atmosfera e a que podemos assistir todos os dias em que o céu está limpo. Antes do nascer do Sol ou após o seu ocaso, também vemos o céu a nascente ou poente com um tom mais alaranjado e por vezes avermelhado e, se houver nuvens altas, também as veremos com essa cor.
Durante um eclipse total da Lua, este astro não desaparece, fica muito mais escuro mas ainda é iluminado por essa luz que a nossa atmosfera dispersa e refracta, comportando-se como uma gigantesca lente. Nada de anormal. Sempre foi assim com todos os eclipses totais da Lua.

Sobre a sequência destes fenómenos, convido-vos a ler este artigo.

sunset-200403_640

Nuvens iluminadas por um Sol prestes a nascer ou acabado de se pôr. Também uma Lua eclipsada é fracamente iluminada por esta luz colorida.

Como habitualmente, estas datas passarão e, muito provavelmente, nada do que é dito acerca das luas sangrentas acontecerá.

Também como é habitual, muitas pessoas não aprenderão nada com a experiência nem tirarão quaisquer ilações de mais uma fraude e estarão disponíveis para cair na seguinte…

29 comentários

6 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Felipe Sarinho on 21/03/2014 at 16:28
    • Responder

    Otimo artigo, quando pesquiso sobre Eclipse Lunar em 2014 eu encontro varios sites de astronomia falando sobre, agora mudando para Lua de Sangue/Sangrenta só encontro sites religiosos e sua enorme paranoia. Estão dizendo que ha algo de especial nessas “Luas Sangrentas” porque irão acontecer em feriados judaicos, mas tem que levar em conta que essa coincidencia ja aconteceu 7 vezes na história (até onde foi registrado) e nem sequer vai ser visto pelas bandas de israel. Mas o que me deixa triste é que não poderei ver pois onde moro tem muitos prédios e poluição visual 🙁

    1. eu moro em santerém no pará , daqui vai dá de vÊ , mais porque os jornais não comentam ?, vai aparecer as 01:30 da madrugada de 14 pra dia 15 desse mes de 2014

    2. Os judeus adotam o calendário lunar e a maioria dos feriados ocorre na lua cheia (Pascoa por exemplo), quem sabe a ocorrência de eclipses como estes até tenha interferido na criação destes feriados judaicos, não é?

  1. Sensacional artigo! Sou cristã mas acho horrível o que religiosos fanáticos fazem pra botar medo nas pessoas e forçar a volta de Jesus. Acredito sim que Ele vai voltar, porém a própria Bíblia fala que nenhum homem saberá o dia e a hora da volta de Cristo. Fui pesquisar sobre esse evento e realmente só achei sites religiosos falando sobre isso. Enfim, fico feliz que existam artigos como esse pras pessoas voltarem a colocar o pé no chão e a cabeça no lugar.

  2. Ja tive a oportunidade de ver um desses no interior do Brasil, nao sabia o que era, muito interessante.

  3. Muito boa essa matéria, ainda terão religiosos que dirão que isso é sinal volta de Jesus e não importa o que a ciência diga, será sempre uma conspiração maligna, uma forma do diabo te enganar, ah por favor….E parabéns Lívia você é uma cristã sensata, com os pés no chão e a cabeça no lugar.

    • Júnior Neto on 01/04/2014 at 03:39
    • Responder

    Ola,
    Moro em Cuiabá – MT gostaria de saber a partir de qual horário poderei acompanhar o eclipse e que dia é, do dia 14 para 15 ou 15 para 16?
    Desde já obrigado, parabéns pelo artigo.

    1. Oi,

      Veja aqui as informações para o Brasil:
      http://www.vercalendario.info/pt/lua/brasil-15-abril-2014.html

      O eclipse é dia 15 de madrugada, ou seja, de 14 para 15.

      abraços

    • Lucas Carvalho on 06/04/2014 at 13:35
    • Responder

    Finalmente um artigo que valha sobre o assunto, meus parabéns e obrigado, finalmente alguém com propriedade para falar sobre o assunto.

  4. Ótimo artigo! 🙂

    • Jorge dos Santos on 09/04/2014 at 05:42
    • Responder

    De onde esse blog tirou a seguinte informação:

    “Todos os anos ocorrem pelo menos dois e, muito provavelmente, os 2 destes ano e os 2 do próximo ano decorrerão como todos os outros.”

    O blog ERRADAMENTE minimizou demais um fenômeno que só aconteceu 3 vezes, eu disse 3 vezes que se tem notícias:
    Uma em 1492, outra em 1948 e em 1967, o quarto será este ano.
    Portanto quando o blog for passar uma notícia informe-se primeiro.

    1. O blog tirou esta informação, primeiro do conhecimento que se tem dos fenómenos. Nós somos astrónomos, por isso sabemos do que falamos quando o assunto é astronómico.
      Seguidamente, tem no artigo o link para o sítio da NASA com o link para os eclipses lunares.

      Eclipses lunares ocorrem duas vezes por ano.
      Se você estivesse atento aos eclipses, saberia isso.

      Já o comentador ERRADAMENTE afirma que este fenómeno só aconteceu por 3 vezes.
      Isto é ignorância pura de quem prefere cegamente acreditar em websites vigaristas de extremistas religiosos, do que abrir os olhos e olhar para a Lua diariamente.

      Portanto, quando o comentador quiser comentar, informe-se primeiro!

      Este é um local de conhecimento, onde as pessoas estudam a natureza.
      Se quer seguir parvoíces religiosas, tem outros locais onde pode debitar a sua ignorância.

        • Arthur on 15/04/2014 at 01:44

        Acho que o autor se “””embasou””” numas “””matérias jornalísticas””” que pipocaram em sites brasileiros afirmando que uma sequência de quatro eclipses lunares totais (tétrade) ocorreu apenas três vezes nos últimos 500 anos. Informação que pode ser verificada facilmente como ERRADA.

      1. Se é o autor do comentário, o Jorge dos Santos, sim, tem razão. Ele deixou-se levar pelas tretas que leu em websites supostamente religiosos.

    2. Sabe por exemplo que um eclipse lunar acontece quando a Lua está cheia?
      E sabe que tem uma Lua Cheia todos os meses? Sim, incrível! Existe uma Lua Cheia todos os meses! Oh Meus ETs, vamos morrer todos porque isto só aconteceu 3 vezes no último milénio… NOT.
      E sabe que para haver um Eclipse basta que durante a Lua Cheia, as órbitas da Lua e da Terra estejam mais ou menos (para ser total ou não) alinhadas com o Sol?

      E sabe que é muito fácil calcular isto?
      E sabe que já se calcula isto há milénios?

      E sabe que a cor avermelhada não tem nada a ver com a Lua, mas sim com a atmosfera da Terra?

      E sabe que você, para estar na net, é porque já passou por pelo menos dezenas de eclipses lunares em que a Lua fica vermelha e nunca lhe aconteceu nada?

      Enfim… aposto que você não sabia nada disto. Aposto que você nem sequer sabe calcular quando vai ser o próximo eclipse lunar.
      Mas a sua arrogância é tal, que pensa que tem o direito de entrar num local de ciência, e vomitar toda a sua ignorância.

      Enfim… deixe de ser hipócrita e vá viver para dentro de uma caverna (sem eletricidade, telemóveis, computadores ou internet), já que você prefere negar o conhecimento científico.

        • Ana Cláudia on 09/04/2014 at 19:42

        Yeah…science bitch! Perdão pelo entusiasmo.
        Quando é que evoluímos e eliminamos toda a estupidez da raça humana!? Parabéns pelo artigo, estou absolutamente farta de me querer informar e de só encontrar anormalidades!

    3. Jorge dos Santos,
      Afirma que «O blog ERRADAMENTE minimizou demais um fenômeno que só aconteceu 3 vezes, eu disse 3 vezes que se tem notícias:
      Uma em 1492, outra em 1948 e em 1967, o quarto será este ano.
      Portanto quando o blog for passar uma notícia informe-se primeiro.»

      Parece que quem tem que se informar é o Jorge. Uma série de eclipses só aconteceu 3 vezes? De onde foi que retirou essa informação falsa?

      Como muito bem diz Carlos Oliveira, o ciclo de eclipses do sol e da Lua, com a duração de 18 anos (para ser mais preciso, 6585,3211 dias ou seja 18 anos 11 dias e 8 horas ) já era conhecida muitos séculos antes de Cristo, quer pelos chineses quer pelos Caldeus e Babilónicos.
      A este ciclo de 18 anos 11 dias e 8 horas deu-se o nome de Saros e, não tem nada de místico. Está simplesmente relacionado com os movimentos da Terra e da Lua em torno do Sol. (mais info em http://eclipse.gsfc.nasa.gov/SEsaros/SEsaros.html).

      Mas se o que quer dizer é que essa série de eclipses só ocorreu naqueles feriados específicos, então vai ter que explicar em que é que isso é relevante… ou se não é apenas uma simples curiosidade. Os astros no céu comportam-se de acordo com as leis da natureza e, desculpe-me a expressão, estão-se completamente nas tintas para o nosso calendário. O próprio calendário que hoje usamos foi sendo alterado ao longo dos tempos com a consequente alteração do dia correspondente a cada feriado.
      Por isso repito a questão: De que forma é relevante a ocorrência de um eclipse num dia feriado? E gostaria de uma resposta objectiva e que não dependa das suas crenças pessoais ou de ideias que só existem no interior da sua mente.

      Já agora… agradeço todos os comentários, sugestões e correções. Mas, da próxima vez que comentar, e afirmar algo de forma tão categórica, pesquise primeiro a sua informação e certifique-se que é mesmo assim.

      • Cavalcanti on 25/04/2014 at 12:09
      • Responder

      Aqui residiu uma confusão sem qualquer necessidade.

      O sr. Jorge dos Santos está a se referir sobre o fenômeno das “Luas de Sangue” e, sem qualquer atenção ao texto, fez afirmativas disparatadas acerca do artigo do sr. Rui Costa, – no qual – no que se concerne ao texto destacado pelo sr. Santos, estava a se referir sobre eclipses lunares.

      A real implicação do sr. Jorge dos Santos pode estar no trecho anterior: “Um eclipse da Lua não é nada de extraordinário. É um fenómeno relativamente frequente.“, que este senhor associou ao fenômeno da tal “Lua de Sangue”.

  5. Finalmente !!, depois de horas de pesquisas achei essa incrível matéria.
    Tirou todas as minhas dúvidas sobre o mesmo.

  6. É maravilhoso poder ler algo desse naipe depois de encontrar outro após outro falando baboseiras! Muito obrigada! E quando puder, poste para nós sobre os eclipses solares (sou leiga, mas adoro o assunto)

    1. Olá Lucília, neste blog há vários artigos sobre eclipses. Coloque este link na janela de endereços do seu browser: http://www.astropt.org/?s=eclipse+ .

      Alguma dúvida, não hesite em perguntar… 🙂

  7. Bom achei muito interessante … eu lembro mesmo … meu pai é judeu e ele … realmente sente medo quando chega esse dia …. as pessoas levam muito a serio essa coisa toda de religião …

  8. Incrível,adorei a matéria e tirei varias duvidas,antigamente os pais tinham conceitos diferentes sobre esses assuntos,contavam coisas que fazia qualquer pessoa acreditar que era o fim do mundo mas,era falta de conhecimento.

    • celina campos on 15/04/2014 at 14:19
    • Responder

    Eu amo eclipse lunar esse da lua sangrenta então é fascinante, mais por ser um fenomeno recente algumas pessoas acabam levando para o lado religioso, realmente na biblia diz “sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor” (Joel 2:31). se é o fim do mundo ou não só Deus sabe..!!!!

    1. Celina,

      Leu o texto?

      Não, não é um fenómeno recente! Sempre existiu e sempre existirá.
      E é um fenómeno frequente.

      Não, não é o fim do mundo. Eu sei isso. Será que acha que eu sou Deus?

  9. alguem sabe o horario da lua hoje?

    1. Não irá ser visível do Brasil 😉

  10. Affff da outra vez estava chuvoso nem lua dava pra ve, hoje q o céu está limpo e a lua está perfeita , n terá a lua vermelha, cara estou decpicionada tava alegrinha, cheguei até comentar um post no meu perfil, alegria d curioso dura pouco. :'(

    • Letícia de Azevedo on 12/10/2014 at 04:43
    • Responder

    Whoa! Que explêndido. Realmente é um artigo de muito bom senso, lógica e muito preciso hoje em dia. Eu sou cristã, e bom, acredito no que está escrito nas escrituras; Entretanto, sou amante da Astronomia, e algo deste porte (esse eclipse fascinante), realmente deve ser explicado um pouco melhor e com mais precisão. Bom, eu acho um pouco exagerado esse desespero todo sobre a “Lua de Sangue”, que nada mais é do que um fenômeno natural. E esse desespero todo fora causado pela mídia. Porque, se a gente ver os índices dos outros eclipses “sangrentos”, nenhum deles foi denotado pela mídia, sendo assim, toda a população ignorou a sua existência. Porque estavam ocupados demais para olhar para o céu, e o observar com toda a calma e minuciosidade que ele merece. Já essa coincidência sobre os eclipses caírem certeiros nas datas das festas judaicas… Como já fora citado antes, o calendário deles é ajustado no calendário lunar, nada de “awesome” por esses eclipses calharem de acontecer logo nessas datas. Porfavor, sejamos coerentes! Contudo, para fechar meu humilde comentário… Devo parabenizar o autor desse maravilhoso artigo, que me fez ganhar a noite. Depois de horas pesquisando algo plausível, e só achando artigos religiosos… Pude finalmente ler sua obra extremamente geniosa e instrutiva. Parabéns.

  1. […] nem de “sangrento”, como alguns websites mentirosos quiseram fazer crer (leiam aqui, aqui, e […]

  2. […] NASA erra contas. Plano de Emergência da NASA. Funcionária da NASA. ETs invadem a Terra. Porno. Luas Sangrentas. CERN e Buraco Negro. Paródia. Instruções. Sondagem. Música. Nibiru: Goebbels, Hitler, […]

  3. […] A Lua passa na sombra da Terra, mas não fica totalmente escura. É chamada de Lua Sangrenta (leiam aqui e aqui), mas é uma cor aparente. É uma cor que vemos devido a estarmos a observar a Lua através […]

  4. […] Este é o 3º de uma tétrade de eclipses lunares, como podem ler aqui. E, por favor, quem gosta de astronomia, pare de falar de luas sangrentas, que é misticismo pseudo, como já explicamos aqui. […]

  5. […] sejam vigarizados: as chamadas Luas Sangrentas (ou luas de sangue) são somente uma crendice injustificada para assustar os […]

  6. […] Mesmo com a Lua ficando avermelhada, nenhum astrônomo foi o responsável pela criação do termo Lua de Sangue.     – A origem desse nome, nada tem a ver também com o fato da refração da luz do Sol […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.