Capitã Janeway pede desculpa e diz que foi enganada

Como sabem (leiam este post), Kate Mulgrew á a apresentadora de um documentário pseudo, chamado The Principle, onde extremistas religiosos expõem as “maravilhas médicas da quantica” (tudo vigarice) e onde defendem a ideia de que a Terra está no centro do Universo. Além disso, para esse documentário, utilizam algumas entrevistas a cientistas conhecidos.

Kate Mulgrew, na sua página de Facebook, vem agora explicar que tanto ela como os cientistas foram enganados.

kate

No website Slate, Phil Plait explica que ele próprio já foi enganado algumas vezes por produtores de documentários.
E Lawrence Krauss explica que a promoção do geocentrismo é um disparate e afirma que as imagens utilizadas pelo documentário em que ele aparece foram compradas ou roubadas de outras entrevistas que ele fez para outros programas. Ele também diz que não vai levar os produtores deste documentário a tribunal porque é isso que eles querem: publicidade gratuita de modo a eles promoverem ainda mais esta parvoíce do geocentrismo, de acordo com o seu fundamentalismo bíblico. Por fim, ele refere que se após séculos em que se tem certeza que a Terra orbita o Sol (e toda a tecnologia que utilizamos e que depende disso), se ainda existir alguém tão estúpido para acreditar num documentário imbecil como este (e como outros, como o The Thrive e o What The Bleep do We Know?), então não se pode fazer nada por essas pessoas (e não seria certamente um caso jurídico que iria ajudar).

5 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Patente militar não se flexiona em gênero, portanto é “Capitão Janaway” e não “capitã”. Você já viu caba? sargenta? Tenenta?

  2. Para esses canastrões da direita, o deus deles é o dinheiro.
    Se eles acreditassem mesmo em entidades com existência “extra-tridimensional”, que observam-nos e avaliam o nosso modos-operandi, então tinham muito mais cautela na forma como abordam e enganam as pessoas…
    Nenhum crente quer ser entalado num processo de ascensão com um passado repleto de vigarices ou algo muito “pior”, como oferecer um par de patins em linha à “chéfa”
    Só um verdadeiro ateu e falso humanista faz as batotas que se ouvem nas noticias e que levam os países e a sua população à pobreza… e não há Lei que os castigue, pois são todos “irmãos”.

    1. Esses promotores do vídeo são apenas pseudos tentando ser espertos.

      Não misture ideologias políticas com ignorância científica, pois isso também é ignorância.

      Está misturando azeite com mercúrio.

        • PAULO on 11/04/2014 at 02:47

        É costume dizer-se que “Quem vai à guerra dá e leva”; aceito a sua opinião e confirmo que sou ignorante.
        Mas como tenho observado ao longo dos anos muita gente a tentar enganar o próximo para proveito próprio, desde políticos, religiosos, “pseudos”, empresários, “chefes”, vendedores, etc, tenho que validar a “má fé” como fator persistente em grande parte dos intervenientes e tal reflete-se nos resultados finais.
        Resumindo – O que nos motiva a “enrolar” o próximo é a facilidade de obter riqueza e poder…e quando há um “grupo” a dar a mão, torna-se tudo mais fácil!
        Bem haja caro Jonas e perdoe a minha ignorância mais uma vez.

        • Jonas on 11/04/2014 at 03:31

        Isso de proveito próprio existe desde que o homem existe.

        Não é fruto de um “sistema” de nome X e não necessariamente está relacionada com riqueza ou de necessidade de domínio econômico.

        Poder, sim, isso aparece muito, tanto que… comunas, socialistas, monarquistas, católicos e muçulmanos, entre outros, fazem a mesma coisa.

        Existem também os pseudos iludidos, como esses, que acham que encontraram uma verdade sobre o mundo e querem usar da própria ciência, de forma malandra, para se darem bem. Provavelmente estarão crentes religiosos no meio por que tem um livro caduco religioso aí que defende a mesma ideia.

        E mais, na vida mundana de pessoas comuns, isso acontece até em nome do amor.

        É preciso olhar toda a condição humana quando se opina, isenta de influência ideológica, porque se há alguma influência ideológica numa opinião que aponta para o trivial “inimigo” como a causa das mazelas, está se fazendo injustiça, deseducando-se e, principalmente, apontando para o problema errado. Logo, a solução será errada.

  1. […] Intuitos. Depois da Vida. Telecinética. Terra Plana. Geocentrismo (conferência, documentário, Janeway). Terra Ôca. Fósseis de Humanos Gigantes. Abominável Homem das Neves (urso). Triângulo das […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.