Curiosity vê dois asteróides!

Ceres_Vesta_Deimos_Fobos_Jupiter_Saturno_vistos_Marte_MastCam_Curiosity_210414Ceres e Vesta vistos pelo robot Curiosity, a 21 de Abril de 2014. As quatro molduras exibem Deimos, Fobos, Júpiter e Saturno – objectos observados na mesma noite.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/MSSS/TAMU.

Pela primeira vez, dois asteróides foram fotografados a partir da superfície de Marte. A proeza foi alcançada na semana passada pelo Curiosity, numa sessão de observação do céu nocturno marciano. Os objectos fotografados foram Ceres e Vesta – os dois alvos da missão Dawn na Cintura de Asteróides.

“Esta sessão fez parte de uma experiência para verificar a opacidade da atmosfera durante a noite, no local em Marte onde se encontra o Curiosity“, disse Mark Lemmon, membro da equipa responsável pela MastCam. “Nesta região formam-se nuvens de gelo de água e neblinas nesta altura do ano. As duas luas de Marte eram os alvos principais nessa noite, no entanto escolhemos uma hora em que uma das luas estaria no céu perto de Ceres e de Vesta.”

Na imagem podemos ver todos os objectos observados nessa noite. Ceres e Vesta aparecem como pequenos traços devido à duração da exposição da fotografia – cerca de 12 segundos. Deimos surge no centro de um recorte circular de uma imagem com uma área correspondente à área aparentemente preenchida pela Lua cheia quando vista da superfície da Terra. A pequena lua marciana aparece no local correcto, mas com uma exposição significativamente inferior – aproximadamente 1/4 de segundo. Os outros três recortes mostram Fobos, Júpiter e Saturno com exposições de apenas meio segundo.

Ceres e Vesta seriam perceptíveis a olho nu, a um observador com visão normal que se encontrasse, na altura, no mesmo local do Curiosity. Os dois objectos brilham, neste momento, nos céus marcianos, com magnitudes aparentes de +5,8 e +4,0, respectivamente. Ambos são visíveis na direcção da constelação de Virgem – curiosamente, na mesma constelação onde, nesta altura, podem ser encontrados nos céus da Terra (relembro que Marte esteve em oposição no início do mês).

3 comentários

  1. Só uma dúvida, Ceres não seria um planeta anão, ao invés de asteroide?

    1. Olá André,

      Ceres é um planeta anão, e é também o maior asteróide da Cintura de Asteróides. Consideram-se asteróides todos os objectos rochosos com órbitas localizadas entre as órbitas de Marte e Júpiter. 😉

      1. Aah! Tendii. Obrigado pela explicação, não sabia que todos eram considerados asteroides, mais um assunto para pesquisar! Valeuu 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.