Asteroide vai bater na Terra em 2041? As fantasias do iReport e do SeuHistory

Já perdi a conta a quantas vezes tive que informar as pessoas, quer pelo meu Facebook quer pelo Facebook do AstroPT sobre supostas histórias que aparecem nos websites do iReport e do SeuHistory.

Vamos a factos:

A CNN decidiu inovar com um website em que qualquer pessoa pode ser jornalista. Vai daí criou o iReport.
O que é o CNN iReport?
iReport quer literalmente dizer Eu Reporto. Ou seja, qualquer pessoa em qualquer lado do mundo pode ver qualquer coisa que merece uma reportagem, com o seu smartphone tira umas fotos, escreve um texto, entra no website da CNN e envia a sua história para o iReport.
Em teoria, é uma ideia excelente.
No entanto, na prática, quase desde o começo, tem sido um desastre.

Porquê um desastre?
Porque o iReport, apesar de ser da CNN, não tem critérios de publicação.
Assim, qualquer imbecil a partir da cave dos pais pode inventar histórias, entrar nesses websites, e publicar a sua história fantasiosa.
E é isso que tem acontecido bastante no iReport. Todas as tretas e parvoíces vão parar lá.

O mesmo esquema (copiado da CNN) é feito pelo website brasileiro SeuHistory, pertencente ao History Channel.
Se o History Channel já tem programas de fantasia mascarados de verdade, o SeuHistory é a casa de qualquer conspirador sem cérebro.
Assim, é obviamente “normal” que qualquer artigo lá, devem ler com muitas cautelas, assumindo à partida que é falso.

Aliás, lanço daqui o desafio: não entrem no iReport ou no SeuHistory. A não ser que gostem de ser enganados.
Mas se, por acidente, lá entrarem, por favor não partilhem as mentiras desses locais como se fossem verdade. Não ajudem a propagar as mentiras!

Parem a matança!

Parem a matança!

Porque resolvi escrever tudo isto?
Porque o Phil Plait resolveu ler um desses websites. Como ele é americano, conhece o iReport. E o que leu lá? Este é o screenshot que ele tirou do artigo (que entretanto, após as queixas, foi abaixo).

ireport

A publicação no iReport foi feita pelo utilizador “Marcus575” e o texto é este:

erros

Ou seja, supostamente, astrónomos do JPL, NASA, afirmaram que um asteróide de 16 quilómetros de diâmetro tem alguma probabilidade de colidir com a Terra em 2041.

Há várias coisas aqui que qualquer pessoa com pelo menos 2 neurónios consegue perceber:
– o nome do utilizador não é real.
– os “tags” utilizados nada têm a ver com a notícia: “beiber [sic], war, gaming, stocks, science, cyrus, space, obama, earth, states”
– a notícia diz que a NASA informa disto, mas nem no website da NASA nem do JPL existe esta notícia.
– o maior asteroide encontrado pelo NEOWISE tem 3 kms de diâmetro (muito longe dos 16 do artigo).
– a data de impacto é a 35 de Março de 2041. Sim, leram bem! É a 35 de Março!

Apesar de ser uma clara mentira, como as pessoas não usam o cérebro, o certo é que esta falsa notícia foi enormemente partilhada pelas redes sociais, chegando a ser lida por cerca de 300 mil pessoas e foi partilhada por 30 mil pessoas! Incrível!

Phil Plait está obviamente indignado com a CNN. E com razão!

Mas o que fazer?
As pessoas devem dizer claramente que não estão interessadas em serem enganadas, e para isso, devem deixar de ler e partilhar artigos de websites como iReport e SeuHistory.

via Slate

via Slate

6 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Ai, que vergonha, eu li e nem notei o “March, 35, 2041”, eu estava concentrada demais em traduzir que nem percebi o que traduzira, passei direta, que vergonha, aiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiai!

    Imaginem um emoticon com as bochechas rosadas aqui no lugar dessa linha.

  2. Ainda Bem que era mentira não quero morrer…..

  3. Então o asteroide não vai bater em 2041 ?

    1. Leu o artigo?

      Não existe qualquer dia 35 de Março…

    • Felipe Sarinho on 29/05/2014 at 16:33
    • Responder

    isso me faz lembrar que esse domingo tem a Nuvem do Caos chegando XD

  4. Dar espaço para o público mandar a notícia que quiser sem nenhum tipo de critério ou avaliação, é uma falta de ética dupla: É pegar o mérito quando a notícia é bem feita, e poder se isentar da responsabilidade quando a notícia é uma besteira.

  1. […] o International Business Times, no Voz da Rússia (um website que tem tantas imbecilidades como o Seu History), e até na credível […]

  2. […] Quando se olha para a fonte, pode-se deitar a notícia ao lixo. A notícia anda a ser divulgada por crianças no Seu History (do qual já falei aqui). […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.