Descobertos 2 planetas em órbita da estrela Kapteyn

Ilustração Artística dos planetas em órbita da estrela Kapteyn e a corrente de estrelas associada a uma colisão antiga de galáxias. Créditos: Victor Robles, James Bullock, Miguel Rocha.

Ilustração Artística dos planetas em órbita da estrela Kapteyn e a corrente de estrelas associada a uma colisão antiga de galáxias. Créditos: Victor Robles, James Bullock, Miguel Rocha.

Uma equipa de cientistas descobriu 2 planetas em órbita da estrela Kapteyn.
Um deles está na zona habitável dessa estrela.

A estrela Kapteyn (descoberta no final do século XIX pelo astrónomo Jacobus Kapteyn) encontra-se relativamente próxima da Terra, no halo da nossa galáxia. É uma estrela que pertenceu a uma galáxia elíptica, que entretanto colidiu com a Via Láctea e foi absorvida pela nossa Galáxia.
É uma estrela anã vermelha, com cerca de um terço da massa do Sol, que se encontra a somente 13 anos-luz de distância da Terra. É a 25ª estrela mais próxima do Sol (praticamente no nosso quintal).
Com binóculos é possível ver esta estrela na direção da constelação austral de Pictor.

Um dos planetas agora descobertos na sua órbita, Kapteyn B, tem uma massa 4,5 vezes superior à Terra e tem uma órbita (ano) de 48,6 dias (terrestres). Está mais próximo da estrela que Mercúrio está do Sol. No entanto, como a estrela é uma anã vermelha, então este planeta está na chamada zona habitável da estrela, onde a distância à estrela (se excluirmos tudo o resto, atmosfera, pressão, etc) poderá permitir ter água no estado líquido na sua superfície.

O outro planeta, Kapteyn C, tem uma massa 7 vezes superior à Terra e tem uma órbita (ano) de 121 dias. Ou seja, está fora da zona habitável.

Crédito: PHL

Crédito: PHL

Ambos os planetas deverão ser Super-Terras rochosas.
Ambos os planetas terão se formado há 11,5 mil milhões (bilhões, no Brasil) de anos. Assim, serão cerca de 2,5 vezes mais velhos que a Terra.

Leiam o comunicado de imprensa, aqui.

A imagem do novo planeta é puramente artística. O objetivo da ilustração é permitir a comparação de tamanhos. Crédito: PHL

A imagem do novo planeta é puramente artística. O objetivo da ilustração é permitir a comparação de tamanhos. Crédito: PHL

1 ping

  1. […] a descoberta do exoplaneta Kapteyn B, impunha-se a pergunta: qual a distância à Terra dos planetas potencialmente […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.