Epidemia de Idiotas

random

neste artigo dissertei sobre o Movimento Anti-Vacinação estar a ganhar a batalha contra a Humanidade.

Vejam agora esta reportagem do Daily Show:

Atentem no facto dela dizer que não lhe interessa os factos nem o que os médicos dizem. Nada a fará mudar de crença/opinião.

E com isso, contribui para a destruição da saúde da Humanidade.

No passado, este tipo de pessoas eram internadas. Nos dias de hoje, aos hipócritas que negam o conhecimento científico enquanto o utilizam, é-lhes dado um megafone (internet) para influenciarem negativamente milhares de pessoas.

4 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Curiosa a solução dada no final do segmento: deixar a seleção natural atuar 😛

    1. Era o que mereciam, apesar de inumano, pois com a sua teimosia estão a tentar arranjar mais problemas para todos.
      Já basta a possível corrupção entre o poder político e o capital. Ouvi falar de vacinação que foi para África com aditivo para controlar a natalidade da população. Por mim podem não tomar sequer uma aspirina, mas não impeçam os outros de ter essa possibilidade.
      Antevejo que a próxima bolha económica seriam as “Funerárias”, pois quando as pessoas que não acreditam nas vacinas acabarem a sua existência devido a um surto, o negócio dos caixotes de pinho colapsava.

  2. Se este “abestrôncios” apanhassem uma valente dose de varíola, duas semanas depois era caso para lhes perguntar se não preferiam ter levado com a “vaccina”.
    “Muuuuuu!”, que não pensam…

    • Graciete Virgínia Rietsch Monteiro Fernanbdes on 18/06/2014 at 22:32
    • Responder

    E então ainda ninguém ensinou a essa pessoa quem foi Pasteur?

    Um abraço.

  1. […] e as vendas de mesinhas da treta, são certamente mais interessantes… enfim… Em parte, é o mesmo caso das vacinas: a ciência consegue ter tanto sucesso, que os idiotas depois acham que não tem […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.