A Lua caminha ao encontro da Terra e provocará o grande cataclismo que será o fim-do-mundo

A Fundação Mário Soares disponibiliza as edições do jornal Diário de Lisboa.
No dia 14 de Outubro de 1961, foi publicada uma notícia sobre o fim-do-mundo devido à proximidade da Lua.

1
2

Entre outros enganos – que sabemos agora serem enganos no conhecimento científico – o artigo neste jornal divulga a informação que:
– a Lua está a aproximar-se da Terra: na verdade, a Lua está a afastar-se da Terra cerca de 3.8 cm por ano.
– o Sol vai transformar-se numa Nova: na verdade, sendo o Sol uma estrela solitária e de pouca massa, o Sol irá transformar-se numa gigante vermelha.
– idade do Universo ser 4 biliões de anos de idade: além de sabermos atualmente que o Universo tem uma idade de 13.800.000.000 de anos, note-se que em Portugal na altura utilizávamos a escala curta (biliões) e não a escala longa (milhares de milhões) que utilizamos atualmente.

É interessante perceber que isto era o que se pensava há cerca de 50 anos.
Faz-nos pensar o que será que saberemos daqui a 50 anos (no ano 2064), e que erros notaremos ao compararmos com os jornais de hoje…

Também é interessante vermos a evolução do conhecimento. O conhecimento científico vai avançando.

Curiosamente, aquilo que não avança, o que está sempre estagnado, é:
– as fantasias/crenças dos vigaristas pseudo;
– o antropocentrismo, o geocentrismo psicológico na mentalidade das pessoas: outros sistemas estelares “carregados de humanidades”…
– o sensacionalismo de fim-do-mundo que aparece nos jornais: note-se que o título deste post é uma cópia do título da notícia dada no jornal… e no entanto, como é dito depois da notícia, pensava-se que a tal colisão da Lua seria somente para 45 biliões de anos no futuro… mesmo assim, optaram pelo sensacionalismo.

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Depois de gigante vermelha virará uma anã branca, e talvez, se a teoria estiver certa, depois será uma anã preta e fria que, acho eu, será capaz de conter vida nas condições certas, não digo que vai ter e nem que é provável, ainda por cima levaria mais do que todo o tempo de vida do universo para isso (mais de 13 bilhões de anos), mas se a gravidade não for grande em excesso e tiver água e atmosfera boa, quem sabe?

    • Rogério Gonçalves on 28/06/2014 at 13:01
    • Responder

    Boa tarde Carlos Oliveira,
    A meu ver as fantasias/crenças dos vigaristas pseudo, estão institucionalizadas desde “sempre”. Os avanços são mínimos e a humanidade é lenta nesta questão. Enquanto a maioria dos estados persistirem em favorecerem posturas religiosas ao invés de serem laicos, os negócios da banha da cobra invadem a vida das pessoas sem que estas tenham capacidade de se defenderem. È um combate muito difícil.
    Abraços,

    • Rogério Gonçalves on 28/06/2014 at 12:37
    • Responder

    Sensionalismo de hoje!
    Pode ter sido descoberto o maior reservatório de água do mundo?

    Estudo publicado após descoberta de mineral que confirmou haver muita água no interior da Terra.
    Fonte: entre outras
    http://www.publico.pt/ciencia/noticia/o-maior-reservatorio-de-agua-do-mundo-pode-ter-sido-descoberto-1639814
    13/06/2014 – 20:01
    Daqui por 50 anos confirmar-se-à que o maior reservatório de água do mundo , afinal era uma miragem….ou continuará a ser um bem escasso sobre a terra?

    Agradeço algum esclarecimento.

        • Rogério Gonçalves on 30/06/2014 at 02:04

        Boa noite,

        Obrigado pela atenção. Afinal não será miragem, como me pareceu ao constatar a notícia na imprensa depois de alertado por um familiar próximo. Água no interior da terra com volumes superiores a todos os oceanos juntos, seria impossível no estado líquido ou mesmo sólido na forma OH2. A explicação direcionada para o link no Astropt,
        foi esclarecedora e clara.
        Abraços,

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.