Popularidade dos Vendedores de Banha-de-Cobra

wFO0pDP

Dr. Oz é uma das personalidades mais conhecidas na televisão americana. No programa dele, de conselhos médicos, ele promove vigarices de todo o tipo, especialmente suplementos vitamínicos, dietas milagrosas, “mesinhas” caseiras, etc.

Recentemente ele foi chamado ao Senado para explicar porque promovia “curas mágicas”, sem quaisquer evidências. O seu testemunho mostrou que, apesar de várias contradições, foi claro numa coisa: aquilo é simplesmente um logro, e não existem curas milagrosas naturais.

John Oliver, no seu programa, colocou os pontos nos iis: disse que o programa do Dr. Oz era uma porcaria (usou uma palavra mais forte…), uma vigarice para enganar os ignorantes. E foi mais longe, dizendo que esta fraude só existe porque a indústria dos suplementos e das dietas têm demasiado poder para enganar as pessoas. Por isso, é que a banha-de-cobra continua a ser vendida desta forma tão popular.

Se pensam que isto não tem qualquer mal, ao verem o programa percebem que existem inúmeras pessoas que ficaram doentes e que morreram ao serem levadas a tomar estes “comprimidos mágicos”.

Na televisão portuguesa vê-se também muito disto: vendedores de banha-de-cobra a promoverem os seus produtos supostamente “milagrosos” mas que na prática são somente um logro para enriquecerem à custa da ignorância da população. A televisão é parceira nesta fraude.
Provavelmente no Brasil passa-se o mesmo…

3 comentários

1 ping

  1. Infelizmente aqui no Brasil vigarista é o que não falta. Nos EUA um sujeito desses é chamado para dar esclarecimentos ao governo, aqui o governo até incentiva a proliferação dessa “raça”. Veja o exemplo dos pastores que oferecem curas vendendo todo tipo de objeto com promessa de cura de doenças e melhora de vida. Vendem curas milagrosas, travesseiros ungidos, lencinhos, azeite consagrado, agua do rio Jordão, tijolinho, etc. O governo dá a esses pilantras isenção de impostos para suas igrejas e nada faz contra esse tipo de falcatrua.

    1. Me desculpem pela redação ruim. Estou quase sempre fazendo várias coisas ao mesmo tempo o que me faz usar e abusar do recurso de editar. Como aqui não tem essa função não pude corrigir esse meu texto repetitivo. Já pensaram em utilizar algum outro serviço de gerenciamento de comentários como o DISQUS? Utilizo ele no meu blog já a muito tempo e acho ótimo. É só uma sugestão. De qualquer forma o blog de vocês é excelente, e eu tenho que me policiar mais quando escrever. Abraços. 🙂

    2. Niton,

      Sua redação está excelente 🙂

      Já utilizamos o DISQUS durante uns tempos, mas deu problemas com o nosso wordpress e tivemos imensas críticas. Por isso, retiramos rapidinho (acho que só durou 2 semanas) 😛

      abraços! 😉

  1. […] Já falamos sobre isto, neste post. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.