Gliese 832c – uma super-Terra na zona habitável, é o mais recente exoplaneta preferido

Gliese832c art

Desde 1995 que as descobertas de exoplanetas são divulgadas como: “agora é que é”, “esta descoberta mostra-nos um planeta mais parecido com a Terra”, “este planeta habitável está perto de nós”, e assim sucessivamente.
Quase todos os meses temos uma “nova e espantosa descoberta” de um planeta mais parecido com a Terra ou de um planeta mais próximo de nós ou de um planeta habitável.

Gliese 832c é o exoplaneta mais recente nessa vaga de descobertas.

Gliese 832c é uma super-Terra (tem pelo menos 5,4 vezes mais massa que a Terra) potencialmente habitável que se encontra a cerca de 16 anos-luz de distância da Terra (quase no nosso “quintal”), em órbita da estrela anã vermelha Gliese 832.

Já se sabia que a estrela Gliese 832 tinha na sua órbita Gliese 832b, um planeta exterior similar a Júpiter.

Gliese832c_with_star

Como Gliese 832 é uma anã vermelha, então a sua Zona Habitável fica muito mais perto do que a zona ao redor do nosso Sol.
Assim, Gliese 832c encontra-se perto da estrela-mãe, tendo uma órbita (ano) que dura somente 36 dias.

De resto, pouco mais se sabe sobre o planeta.
Pode ter uma atmosfera rarefeita como Marte, ou uma atmosfera média como a Terra, ou ter uma atmosfera bem densa como Vénus.
Supondo que tem características “ideais”, que o levam a ter uma temperatura média similar à Terra, mesmo assim, devido à excentricidade da sua órbita, deverá ter grandes mudanças de temperatura e potenciais flutuações atmosféricas extremas.
Na Tabela Periódica de Exoplanetas, é avaliado como uma Super-Terra Quente.
Assim, dizer que ele é potencialmente habitável – é o 23º exoplaneta potencialmente habitável descoberto -, é ainda menos verdade do que dizer que Vénus é potencialmente habitável.

Explicação deste gráfico, aqui.

Explicação deste gráfico, aqui.

Leiam tudo sobre esta descoberta, no PHL, aqui.
O artigo científico está aqui.

Gliese832c

15 comentários

3 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Ainda bem que é habitável. Já me cansei da minha terra.

    • Pedro Henrique on 30/07/2017 at 16:44
    • Responder

    É possível q a humanidade possa se adaptar a gravidade desse exoplaneta …?

    1. O que entende por “adaptar à gravidade”? Biologicamente ou com tecnologia?

    • Pedro Henrique on 30/07/2017 at 16:41
    • Responder

    Em respeito a gravidade …. É possível q o homem possa se adaptar a ela…por ser mais dença q a da terra…?

    • ANTONIO ALVES DE SOUSA ALVES on 27/07/2016 at 16:12
    • Responder

    ESTÁ MUITO PERTO DA GENTE NO FUTURO BEM PRÓXIMO MANDAREMOS SONDAS PARA LÁ E ENTÃO SABEREMOS MAIS SOBRE AS CONDIÇÕES DESSE E DE OUTROS MILHÕES DE PLANETAS “SIMILARES A TERRA” NA NOSSA GALÁXIA QUE É QUASE INFINITA IMAGINEM VOCÊS OS OUTROS MILHÕES DE GALÁXIAS QUE EXISTEM NO UNIVERSO! SERÁ QUE É SÓ A HUMANIDADE QUE TEM ESSE PRIVILÉGIO DA EXISTÊNCIA EM UM UNIVERSO INFINITO?

    1. Não, não é só a Humanidade. Só na Terra existem gaziliões de outros seres 😉

      abraços

    • Victor Hugo Gonçalves Pereira on 21/03/2016 at 18:00
    • Responder

    Esse planeta futuramente poderá servir de colônia para a humanidade. Pois ele já apresenta características de mundo habitável mas com alguma adaptação por parte da sua composição química o qual seria outra.

    • Damotta arley silva on 26/01/2016 at 14:31
    • Responder

    Sendo que a massa gravitacional de gliese 832c e 5,4 vezes a da terra não poderemos suporta a gravidade

  2. eu noto um coloração semelhante a fauna esse planeta tem risco de ter vida ?

    1. As imagens são somente artísticas 😉

        • Damotta arley silva on 26/01/2016 at 14:38

        Sendo que a massa gravitacional de gliese 832c e 5,4 vezes a da terra não poderemos suporta a gravidade

  3. Artigo de crítica ao sensacionalismo da Habitabilidade:
    http://physicsfocus.org/uninhabitable-planet-debunking-esi/

  4. Estando tão próximo da sua estrela mãe, provavelmente Gliese 832c deve estar ‘amarrado gravitacionalmente’, apresentando sempre a mesma face para sua estrela em ressonância 1:1, ou seja, um lado em noite eterna e outro em um ‘dia-sem-fim’.

  5. A silaba dele na CUA é Mo??Hi

    esses ?? estão ali pq não tem a informação do diametro
    só da massa e temperatura

      • José Simões on 01/07/2014 at 12:30
      • Responder

      Só por si, o método usado (medição da velocidade radial, por meio de espectrometria) não permite calcular o diâmetro do astro, apenas a massa (mesmo assim numa estimativa algo especulativa) e elementos orbitais.

      No entanto já vi, por aí, estimativas do seu tamanho. Não sei como chegarão a esse valor, mas, se não há medições extra que eu ignoro. é também muito especulativo, ainda mais especulativo que o cálculo da massa.

      Sem dúvida quem fez a figura acima tinha uma estimativa do diâmetro. Até podes medi-la imprimindo a figura 🙂

  1. […] Desde 1995 que as descobertas de exoplanetas são divulgadas como: "agora é que é", "esta descoberta mostra-nos um planeta mais parecido com a Terra", "este planeta habitável está 'perto' de nós  […]

  2. […] a descoberta do exoplaneta Gliese 832c, o Planetary Habitability Laboratory atualizou a lista (23) de planetas potencialmente habitáveis, […]

  3. […] Leia mais aqui: Gliese 832c – uma super-Terra na zona habitável, é o mais recente exoplaneta preferido […]

Responder a J. Luis Cancelar resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.