Misterioso objeto brilhante aparece em Titã – será uma ilha mágica?

O círculo vermelho mostra onde a ilha apareceu posteriormente. Crédito: NASA/JPL-Caltech/ASI/Cornell

O círculo vermelho mostra onde a ilha apareceu. Crédito: NASA/JPL-Caltech/ASI/Cornell

Foi descoberta uma formação em Ligeia Mare (mar no polo norte de Titã) com cerca de 19 km de comprimento e 10 km de largura.

Esta descoberta andou a ser disseminada pela web esta semana com estas expressões: “Misterioso objeto”, “objeto brilhante”, e “ilha mágica”.
No entanto, será assim tão “estranho”?

A lua de Saturno, Titã, tem mares e lagos de metano e etano líquidos. Apesar de serem provavelmente mais espessos que os mares terrestres (feitos de água), a verdade é que os mares titanianos devem sofrer processos geológicos similares aos mares terrestres.

Assim, ao observar Ligeia Mare, a sonda Cassini reparou que algo brilhante apareceu na superfície deste mar a 10 de Julho de 2013 (antes desta data, a formação não existia no mar).
A 26 de Julho de 2013, a tal formação brilhante já não estava lá. Imagens posteriores feitas pela mesma sonda, mostram que o “objeto” nunca mais apareceu.

À esquerda não se vê a "ilha". à direita ela aparece. Crédito: NASA/JPL-Caltech/ASI/Cornell

À esquerda não se vê a “ilha”. À direita ela aparece. Crédito: NASA/JPL-Caltech/ASI/Cornell

O que poderá ser?

Será uma nave extraterrestre? Um navio dos habitantes de Titã? Uma obra de geoengenharia dos habitantes de Titã?
ok… deixemos os disparates/besteiras daqueles que “viajam na maionese”…

Poderá Ligeia Mare ter marés, e quando está maré baixa, é possível ver algo que, normalmente, está submerso?

Tal como na Terra por vezes aparecem algumas ilhas temporárias, será este o caso em Titã?

Os cientistas pensam que as explicações mais prováveis são:

Tal como na Terra, em locais bastante gelados, podem existir icebergues a flutuar nos oceanos, também Ligeia Mare, devido às mudanças sazonais, poderá ter temporariamente “icebergues” de metano e etano sólidos a flutuar.

Por outro lado, como Titã tem uma densa atmosfera, ela cria ventos que causam ondas na superfície dos mares de Titã. Essas ondas podem refletir a luz, e pode ter sido isso que a sonda “viu”.

Ainda outra possibilidade poderá ser atividade vulcânica vinda do fundo de Ligeia Mare, que faça chegar gases e material orgânico à superfície. Temporariamente veremos à superfície uma bolha de material diferente da matéria mais densa (mar) ao seu redor.

A quarta possibilidade, é que poderá ser material mais denso que vai ficando pelo líquido, como os sedimentos/areias terrestres que se podem juntar e formar temporariamente um aglomerado na superfície do líquido.

A verdade é que, neste momento, não se pode ter a certeza de qual é a resposta certa.
Para sabermos a resposta final, teremos que enviar uma missão a Titã que estude os seus mares.

Leiam em inglês, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, comunicado de imprensa, e artigo científico.

2 comentários

1 ping

  1. Creio que deva ter sido uma “planicie alagadiça”, estava “molhada de metano” e escura.
    Secou e mostrou o chão, mais reflexiva..

  2. Nada disso, É do iate de Josip Broz Tito com um grupo de partisans iugoeslavos na reforma.
    O Marechal Tito quando saiu do planeta Terra levou consigo um grupo de amigos “chegados” para Titã, a sua terra natal!
    BAZINGA.!

  1. […] neste artigo nos debruçamos sobre este mistério a que foi dada a alcunha de “ilha mágica”. Como […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.