Rosetta vê o seu alvo em rotação!

67PChuryumovGerasimenko_NAC_OSIRIS_Rosetta_27_280614O núcleo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko numa sequência de 36 imagens obtidas a 27 e 28 de junho de 2014 pela câmara de ângulo fechado do sistema de imagem OSIRIS da sonda Rosetta.
Crédito: ESA/Rosetta/MPS para a equipa OSIRIS MPS/UPD/LAM/IAA/SSO/INTA/UPM/DASP/IDA.

Com o seu destino a aproximar-se a bom ritmo, a sonda Rosetta começou na semana passada a vislumbrar os primeiros detalhes do núcleo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko! Obtidas a uma distância de 86 mil quilómetros (pouco mais de 1/5 da distância média entre a Terra e a Lua), as imagens que compõem a animação de cima mostram um objeto com apenas 4 pixels de área, girando sobre o seu próprio eixo com um período de rotação de 12,4 horas.

Como seria de esperar, a esta distância, o cometa tem ainda um aspeto pouco nítido. O efeito é produzido pela luz refletida no interior do sistema de imagem, e deverá desaparecer dentro de duas semanas, quando o núcleo do cometa cobrir nas imagens uma área 100 vezes superior.

Neste momento, a Rosetta encontra-se a menos de 40 mil quilómetros de distância do seu alvo – o equivalente a pouco mais da altitude a que se encontram os satélites geostacionários. A sonda europeia tem ainda de completar mais cinco queimas de combustível antes de alcançar uma distância de apenas 100 quilómetros do núcleo do cometa, no próximo dia 6 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.