Bruxo preso

A Fundação Mário Soares disponibiliza as edições do jornal Diário de Lisboa.
No dia 9 de Janeiro de 1930, foi publicada uma notícia sobre a prisão de um cartomante.

1
2

A notícia tem 84 anos, mas é relevante para comparação com o que se passa nos nossos dias.

Aquilo que mudou:
Na altura os bruxos (cartomantes, astrólogos, tarólogos, homeopatas, praticantes de Reiki, etc) eram presos.
Atualmente, andam à-solta.

Aquilo que não mudou:
Os bruxos, vigaristas, enganam as pessoas mais crédulas e ignorantes, ficando ricos, mas dizem que são pobrezinhos e que não têm qualquer interesse material.

Realço:
Não conseguem prever a chegada da autoridade policial.
A “energia desconhecida” deles deixa de funcionar.

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Ricaardo Rodrigues Agnelo on 19/07/2014 at 16:14
    • Responder

    Carlinhos vidente investigado , errou muito .
    http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/07/vidente-famoso-em-video-sobre-resultado-da-copa-erra-3-lugar-e-final.html :

    • BetinhoFloripa on 10/07/2014 at 01:46
    • Responder

    Falando em bruxos, este acertou:

    https://www.youtube.com/watch?v=m1RtVDNsQ9g#t=64

    1. O que ele fez é uma questão de probabilidade…

      Ele é tão vidente como o polvo ou o camelo…

      Já agora, falhou no caso da Holanda…

        • BetinhoFloripa on 11/07/2014 at 14:45

        Eu penso é que ele só leu o que os jornalistas escreviam na época…nada de probabilidade… abraços

  1. Estava-se em plena ditadura militar. A 1ª. República tinha “rachado ao meio”; algo que já poderia ter acontecido à atual 2ª. República se Portugal não estivesse integrado na U.E.
    Oliveira Salazar era Ministro das Finanças e estava a recuperar as contas do país depois da “bandalheira republicana”, tipo TROIKA dos nossos dias.
    Um ponto positivo, não tolerar vigaristas como o tal bruxo. Por outro lado abriam-se portas a outros tipos de vigarice; mas sem dúvida que andava tudo direitinho e com o rabo apertado, como nos dias de hoje. O Estado Novo viria uns anos mais tarde…pelo menos no século XX.

    1. A ditadura perfeita terá as aparências da democracia, uma prisão sem muros na qual os prisioneiros não sonharão com a fuga. Um sistema de escravatura onde, graças ao consumo e ao divertimento, os escravos terão amor à sua escravidão”.

  2. Bonito bonito é ler a forma como se escrevia uma notícia nesses tempos!
    «Os hábeis agentes Aníbal Costa e Ramos…» ahahaha

  3. Agora dá-se honras na TV e até se fazem “diagnósticos” sem aparentemente as autoridades se preocuparem com as charlatanices com que se enganam os crédulos…

    https://www.youtube.com/watch?v=WjMBIilhRok&feature=share

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.