Skyline

skyline-movie-poster

Skyline (O Alvo Somos Nós / A Invasão) é mais um filme com o tema de invasão alienígena.

Luzes azuis descem do céu (saem de naves alíenigenas), imobilizam as pessoas (colocando-as em transe) e seguidamente raptam as pessoas. Milhares de pessoas são levadas “para os céus” desta forma.
Entretanto, diversos tipos de máquinas extraterrestres descem à superfície terrestre para matar e raptar mais alguns humanos.

Um grupo de amigos tenta sobreviver à invasão. No entanto, a maioria é apanhada pelos alienígenas.

Um deles, Jarrod, é apanhado pela luz mas salvo por um dos seus amigos, que corre para ele e o retira à luz. Jarrod sai da luz e sente que está mais forte fisicamente.

A força aérea consegue acertar uma bomba nuclear numa nave/máquina alienígena. A nave atingida parece ter ficado bastante mal. No entanto, auto-repara-se rapidamente.

Por todo o mundo, as cidades são conquistadas pelos extraterrestres.
Todos os amigos são apanhados pela luz azul e são abduzidos pelos alienígenas.

Dentro da nave extraterrestre, existem inúmeros corpos humanos. O cérebro humano é sugado por um tubo da nave. Os cérebros são removidos do portador humano e inseridos em corpos alienígenas.

Curiosamente, o cérebro de Jarrod está a brilhar com uma cor vermelha e não azul, quando é colocado num corpo alienígena.

Elaine, como está grávida, é levada intacta para uma outra sala, onde existem outras mulheres grávidas.
O alienígena com o cérebro de Jarrod ajuda Elaine e o filho ainda por nascer que têm em comum… combatendo os outros alienígenas que os querem apanhar.

skyline

Skyline é um filme que proporciona um bom entretenimento.
No entanto, é bastante “básico”, e parecido com outros filmes, como The Darkest Hour e Cloverfield.

Gostei das máquinas extraterrestres parecidas com polvos. Apesar de serem muito parecidas com as do filme Guerra dos Mundos.

Gostei do facto de que em 1 só dia, o planeta é completamente conquistado e os humanos maioritariamente dominados.

Adorei a parte de auto-reparação da nave.

O facto da luz azul controlar as pessoas, controlar a mente das pessoas, penso que é bastante criativo.

Já a parte das pessoas sentirem-se compelidas para a luz, interpretei como uma mensagem religiosa. As pessoas seguem a luz, que as levará aos céus…

Não entendo porque os feixes de luz e os sensores extraterrestres são com luz visível.
Seria muito mais lógico, científico e espetacular, os extraterrestres utilizarem “radiação invisível” como radar, rádio, ultravioleta, infravermelho, etc. Os Humanos seriam levados aos céus sem verem/saberem como…

Para quê as máquinas extraterrestres para um combate corpo-a-corpo no solo?
Não faz qualquer sentido, tendo em conta a tecnologia superior dos alienígenas, com feixes de luz.

Porque a radiação da detonação da bomba nuclear não afeta os humanos sobreviventes? Não faz sentido…

Porque Jarrod fica mais forte ao ser influenciado pela luz azul?

Elaine é apanhada pela luz azul, tal como Jarrod. No entanto, Jarrod fica mais forte, mas Elaine não. Qual a diferença?

Porque os alienígenas andam atrás de cérebros humanos?
Porque os alienígenas precisam de cérebros? Parece que se têm safado bem sem os cérebros humanos…

Além disso, porquê de humanos? Parece-me demasiado antropocentrismo…

Porque Jarrod fica com um cérebro vermelho e continua em controlo sobre o seu cérebro?
Porque o cérebro de Jarrod não é dominado pelos alienígenas? Não faz sentido…

O que acontece às grávidas?
Os alienígenas poupam o cérebro das grávidas devido aos seus fetos?
Porque não tiram também o cérebro às grávidas e colocam os fetos num sistema seguro para os desenvolver e lhes retirar depois os cérebros também? Certamente que têm tecnologia para isso…

Com uma civilização extraterrestre tão desenvolvida tecnologicamente, seria impossível existirem humanos que se salvaram e/ou que dominaram a mente extraterrestre… tal como Jarrod parece ter feito.
Os extraterrestres são muito superiores aos humanos. Os Humanos seriam certamente completamente dizimados.

6 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Rafael Roberto Santos on 23/09/2014 at 05:09
    • Responder

    Gostaria de deixar uma simplória possível resposta ao seu questionamento de por que os alienígenas queriam os cérebros humanos. Disse muito que usamos apenas 10% da capacidade de nosso cérebro isso em casos de pessoas muito inteligentes (no meu caso devo usar cerca de 2% rsrsrs), então sendo possível e os alienígenas conseguissem extrair 100% desta capacidade conseguiriam uma utilidade ao menos razoável para nossos cérebros.

    • Graciete Virgínia Rietsch Monteiro Fernanbdes on 12/07/2014 at 11:33
    • Responder

    Muito obrigada. Fiquei esclarecida.
    Um abraço.

    • Graciete Virgínia Rietsch Monteiro Fernanbdes on 11/07/2014 at 15:28
    • Responder

    Ultimamente tenho lido neste blog muitas críticas e referências a filmes de ficção científica. Normalmente não gosto muito desse tipo de filmes e também não sei vê-los e interpretá-los, do ponto de vista científico, tal como aqui é feito. Mas metem muito extraterrestres, interação entre humanos e seres vindos de outros mundos, muita crença em intervenções quase religiosas.encontros de seres humanos com os seus mortos noutros locais do Universo(ou fora, nem sei) mas gosto de ler as críticas aqui no AstroPt, porque me ajudam a ser um bocadinho menos negativa, em relação a eles!
    E já agora, se o Carlos Oliveira mo permite, vou fazer uma pergunta sobre um expressão do livro”A minha breve história” de Stephen Hawking, que ando a ler. A expressão é a seguinte e refere-se à construção de uma máquina do tempo. “Demonstrei que,para se construir uma máquina de tempo finita, seria necessário energia negativa”. Claro que pouco percebi do que li. Mas energia negativa fez-me uma certa confusão. Em que contexto se pode dizer que a energia é negativa? Ou será um conceito puramente matemático?
    Parece-me que ando a querer entrar em assuntos que deveria ter estudado talvez há uns bons 50 anos.
    Um abraço e obrigada.

    1. Precisamente. Tem razão. É um conceito matemático.
      Eu junto à “energia exótica” que é preciso ter para manter um buraco de verme (para viajar no tempo). O que na prática é a mesma coisa. Essa máquina teria que produzir muita dessa energia.
      Mas o que é isso? Ninguém sabe o que é. É somente um termo, nomenclatura, mas não existe na realidade… 😉

      abraços

    • Rodrigo Corinthiano on 10/07/2014 at 20:24
    • Responder

    *Já a parte das pessoas sentirem-se compelidas para a luz, interpretei como uma mensagem religiosa. As pessoas seguem a luz, que as levará aos céus…
    inda não assisti o filme, mas certamente se eu fosse um alienigena usaria a religião contra os terraqueos 🙂 kkk
    Talvez, seria isto.

    Abraços.

  1. O que eu gostei do filme é que ele foge dos clichês e a humanidade é derrotada e conquistada, mesmo que tenha essas frescuras de produção de tropas com cérebros humanos, etc. A verdade é que se realmente existir uma civilização extraterrena altamente desenvolvida tecnologicamente ela pode destruir toda a humanidade em 1 instante, mas aí não teria filme. :p

  1. […] gravado em real time, de forma aparentemente amadora. Faz lembrar filmes como Blair Witch Project, Skyline, e outros. Tal como esses filmes, este também é um falso […]

  2. […] o evento com a sua máquina. É um filme gravado da mesma forma que The Darkest Hour, Cloverfield, Skyline, The Fourth Kind, Blair Witch Project. Tal como esses filmes, este também é um falso […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.