Descobertas 7 galáxias-anãs

Crédito: Yale University

Crédito: Yale University

Uma equipa de astrónomos da Universidade de Yale, liderada pela aluna de doutoramento Allison Merritt, descobriu 7 novas galáxias-anãs.

Ainda não se sabe se estas 7 galáxias são satélites da galáxia espiral M101, que na imagem está próxima delas, ou se simplesmente é uma questão de perspetiva – se simplesmente estão na mesma linha de visão a partir da Terra, mas muito longe entre si.

Allison Merritt disse: “A teoria de formação de galáxias prevê a existência de muitas galáxias-anãs difusas e isoladas no Universo. Talvez estas sete galáxias-anãs sejam a ponta do icebergue e existam milhares delas no céu que ainda não foram detetadas.”

Esta descoberta foi feita após construirem um equipamento telescópico com utilização de lentes usadas em máquinas fotográficas, com revestimentos especiais para reduzir os reflexos de luz no seu interior, de modo a tentarem detetar luz mais difusa e ténue. O equipamento com 8 teleobjetivas, lentes telescópicas, foi chamado de Dragonfly Telephoto Array.

Crédito: Yale University

Crédito: Yale University

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.