Surpresa: cometa Churymov-Gerasimenko é um “duplo” cometa!

Crédito: ESA / Rosetta / MPS for OSIRIS Team MPS / UPD / LAM / IAA / SSO / INTA / UPM / DASP / IDA

Crédito: ESA / Rosetta / MPS for OSIRIS Team MPS / UPD / LAM / IAA / SSO / INTA / UPM / DASP / IDA

Como sabem, a sonda Rosetta está a aproximar-se do cometa 67P/Churyumov–Gerasimenko, onde chegará no dia 6 de Agosto. Leiam os nossos artigos sobre este assunto, aqui.

Enquanto se aproxima, vai tirando fotografias e analisando o núcleo do cometa.

E nas imagens mais recentes, teve uma surpresa!

O cometa 67P/Churyumov–Gerasimenko é um cometa binário de contato!
O núcleo do cometa, com cerca de 4 km de diametro, na verdade é constituído por 2 objetos que estão em contato um com o outro.

Ou seja, o núcleo do cometa é fruto de dois núcleos de cometas que teriam entrado em rota de colisão a uma velocidade relativa de cerca de 3 metros por segundo (estimativas de Philippe Lamy).

Isto é agora uma dor de cabeça para a missão Rosetta.
Além da sonda orbitadora do cometa, existe também uma mini-sonda que vai pousar no cometa, a 11 de Novembro. Chama-se Philae.
Agora é preciso perceber onde a Philae vai pousar: se num ou no outro componente do núcleo… e onde, com segurança.

rosetta

9 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Fico imaginando milhões de simulações para decidir onde, como, quando descer, e antes disso, a exigência de coletar dados precisos sobre o movimento dos blocos para fazer as simulações corretas. Será um show de ciência se a missão der certo, independente das novas dificuldades.

  2. Como tem dois nomes até faz sentido que seja um cometa duplo 😉

  3. Entendo o receio deles em não virar uma ‘bagunça’ na mídia. Acho que estão certos em ter prudência na divulgação das novas descobertas. Afinal, estamos falando de um projeto de orçamento de 1 bilhão de euros da ESA com duração de 12 anos… 😀 😛

  4. Para a missão pode ser uma “dor de cabeça” mas eu achei espetacular. Nem sabia que esse tipo de cometa existia.

  5. Ainda assim, não consegui confirmar a notícia….

    A publicação original apareceu no http://www.cnes.fr (Centro Nacional de Estudos Espaciais, Francês). Apesar de ser uma organização oficial que produz ciência e progresso, eles próprios retiraram a publicação e a imagem do seu site…

    Tudo isso não aconteceu a tempo de evitar que Emily Lakdawalla, da The Planetary Society, publicasse no seu blog a mesma notícia com a mesma imagem. A partir daí a notícia tem vindo a espalhar-se.

    Quanto à ESA, tanto quanto sei, nem um pio. Relembre-se, Rosetta é uma missão da ESA.

    Na minha análise o que poderá ter acontecido é que dadas as relações próximas entre a ESA e as organizações espaciais nacionais europeias, um qualquer membro do CNES (provavelmente da ESA também, talvez Philippe Lamy?) com acesso aos dados, não terá aguentado a excitação e terá decidido publicar a notícia. A ESA não deve ter gostado da publicação precoce e não autorizada.

    Se assim for, é uma notícia verdadeira, não confirmada. Mas para já, pelo que encontro na net, pode muito bem ser uma “brincadeira”, um “hoax”. Mesmo que as fontes sejam respeituosas como são (PS e CNES), não são fontes 100% válidas, a ESA é quem pode e deve pronunciar-se.

    1. Excelente comentário. Tem toda a razão.

      1. ahhh excelente 😀

        • Vasco Fachada on 16/07/2014 at 21:21

        Bem jogado, ESA! 😀

  1. […] já sabíamos, o cometa consiste em 2 partes: uma pequena “cabeça” ligada a um corpo maior. A parte […]

  2. […] alvo, o sistema de imagem OSIRIS vai revelando aos poucos um objecto verdadeiramente surpreendente. Imagens divulgadas esta semana mostram que o núcleo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko é, na verdade, constituído por dois […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.