Siding Spring visto pela Mars Reconnaissance Orbiter

SidingSpring_HiRISE_MRO_191014Imagens de alta-resolução do cometa Siding Spring, obtidas pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter, no dia 19 de outubro de 2014.
Crédito: NASA/JPL/University of Arizona.

A NASA divulgou ontem imagens do cometa C/2013 A1 (Siding Spring), obtidas no passado domingo pela câmara HiRISE da sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO). Captadas a uma distância mínima de 138 mil quilómetros, as imagens mostram o núcleo e a parte mais brilhante da cabeleira do cometa, com uma resolução de aproximadamente 138 metros por pixel.

Antes da sua passagem por Marte, os astrónomos estimavam que o núcleo de Siding Spring teria cerca de 1 quilómetro de diâmetro. As novas imagens da HiRISE mostram, no entanto, uma região central mais brilhante com apenas 2 a 3 pixels de diâmetro, o que sugere a presença de um corpo sólido com um diâmetro inferior a 500 metros.

Estas observações só foram possíveis devido ao trabalho meticuloso dos engenheiros da Lockheed-Martin. Para se certificarem de que iriam saber com exatidão a posição de Siding Spring, a equipa usou a câmara HiRISE para detetar o cometa 12 dias antes do evento. Para sua surpresa, Siding Spring não se encontrava exatamente na direção prevista.

Os novos dados permitiram aos engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato recalcularem a trajetória do cometa, o que por sua vez possibilitou uma correta reorientação da MRO durante a fase de maior aproximação. Sem esta atualização, o cometa poderia nunca ter ficado no campo de visão da HiRISE.

1 comentário

  1. As estimativas para a dimensão do núcleo do cometa começaram, como é habitual, por ser largamente exageradas, com valores da ordem das dezenas de km (cheguei a ler estimativas de até 50km de diâmetro o que é, para um cometa, um valor gigantesco).

    Afinal o núcleo tem bastante menos de 1 km de diâmetro. Era bom que os media aprendessem com este e outros erros semelhantes, para se moderarem nos valores que publicam ou, pelo menos, que não apresentem apenas o limite superior da estimativa, mas também o inferior…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.