Hubble fotografa um olho gigante na face de Júpiter

Jupiter_WFC3_UVIS_Hubble_210414Júpiter visto pelo telescópio espacial Hubble, a 21 de abril de 2014.
Crédito: NASA/ESA/A. Simon (Goddard Space Flight Center).

No passado mês de abril, o telescópio espacial Hubble fotografou o que parece ser um gigantesco olho na face turbulenta de Júpiter. Na altura, o Hubble estava a monitorizar mudanças na dinâmica interna da Grande Mancha Vermelha (GMV), quando a sombra da lua Ganimedes atravessou o centro da imensa tempestade. Por momentos, o alinhamento fortuito deu ao planeta a aparência de um gigante ciclope encarando os seus observadores na Terra.

A GMV foi descoberta em 1665, pelo astrónomo Giovanni Domenico Cassini. Observações recentes sugerem que a tempestade tem vindo a diminuir significativamente de tamanho nos últimos anos, atingindo no início deste ano um diâmetro inferior a 16,5 mil quilómetros.

1 comentário

    • Regis Olivetti on 29/10/2014 at 11:33
    • Responder

    16,5 mil quilômetros? Precisa ser confirmado, mas, acho que deve ser mais, a se considerar o perímetro da esfera.

Responder a Regis Olivetti Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.