A batata de gravidade de Potsdam – APOD

geoid2005_champgrace_960

Créditos da imagem: CHAMP, GRACE, GFZ, NASA, DLR.

Por que alguns lugares na Terra têm maior gravidade do que outros? Às vezes, a razão é desconhecida.

Para ajudar a entender melhor a superfície da Terra, as medições sensíveis dos satélites em órbita GRACE e CHAMP foram usadas para criar um mapa do campo gravitacional da Terra. Já que o centro para estudar esses dados está em Potsdam, na Alemanha, e uma vez que o resultado faz com que a Terra pareça um pouco com uma batata, o geoide resultante tem sido referido como a batata de gravidade de Potsdam.

As áreas altas neste mapa, em cor vermelha, indicam as zonas onde a gravidade é ligeiramente mais forte do que o normal, enquanto nas zonas azuis a gravidade é ligeiramente mais fraca. Muitos inchaços e vales na batata de gravidade de Potsdam podem ser atribuídos a características de superfície, tais como a Dorsal Meso-Atlântica do Norte e as montanhas do Himalaia, mas outros não, e por isso podem estar relacionados com densidades anormalmente altas ou baixas abaixo da superfície.

Mapas como este também ajudam a entender as mudanças de calibragem na superfície da Terra, incluindo as correntes oceânicas variáveis e o derretimento de geleiras. Este mapa foi feito em 2005, mas mapas gravitacionais da Terra mais recentes e mais sensíveis foram produzidos em 2011.

2 comentários

    • Ricardo André on 21/12/2014 at 02:49
    • Responder

    Agora percebo porque é que os chineses são baixinhos!! 😛

    • Betinhofloripa on 16/12/2014 at 10:49
    • Responder

    Simples e direto…Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.