Drones são a prenda mais vendida neste Natal

RC_Drone_Toys_2_4G_4CH_RC

Nos EUA já sabia que isto era a nova “praga”.
Mas no outro dia, de férias em Portugal e à procura de prendas, percebi que isto também já existe em várias lojas.
E se existe em Portugal, assumo que este “brinquedo” esteja a ser comprado e utilizado por quase todo o mundo.

Ter drones telecomandados (controlo remoto) pelos nossos céus traz diversos problemas.

As autoridades de aviação estão preocupadas, como podem ver nesta reportagem.

Penso que também começará a provocar problemas de privacidade…

Por fim, no que concerne a este blog, penso que o mais interessante é que cada vez mais existirão avistamentos de supostos OVNIs… quando na verdade é somente um vizinho a meter-se com as pessoas.

2 comentários

    • Dinis Ribeiro on 24/04/2015 at 09:04
    • Responder

    Para além das aplicações lúdicas, esta “familiarização” com uma nova tecnologia também poderá facilitar uma utilização mais “adulta” (no futuro) por parte de sistemas maiores e mais caros…

    Já em 1970 que se imaginava uma utilização que criava problemas de privacidade a certas pessoas num episódio dos “pequenos” vagabundos” L’avion message (O avião mensageiro)… em que do lado dos “maus” há uma personagem mais sofisticada, que pensa usar a contra-informação, e uma outra personagem mais “Troglodita” (fundamentalista?) que se (arrepende?) de usar os pés para esmagar o “drone” / “aeromodelo”… Para re(ver): https://www.youtube.com/watch?v=ON76bvCM_mo / http://pt.wikipedia.org/wiki/Les_Galapiats

    Uma possiblilidade: http://pt.wikipedia.org/wiki/Peddy-paper
    Será que já existem eventos de rally-paper utilizando drones?

    Um exemplo de utilização da tecnologia para fins humanitários com um título desse artigo em que há um “pequeno” trocadilho com a marca de brinquedos “Toys R Us”:

    Drones ‘R’ Us? Reflections on the use of UAVs in humanitarian interventions
    http://www.rescue.org/blog/drones-r-us-reflections-use-uavs-humanitarian-interventions

    Uma sugestão para um livro: http://digital-humanitarians.com/

    The overflow of information generated during disasters can be as paralyzing to humanitarian response as the lack of information.

    This flash flood of information is often referred to as Big Data, or Big Crisis Data.

    Making sense of Big Crisis Data is proving to be an impossible challenge for traditional humanitarian organizations, which is precisely why they’re turning to Digital Humanitarians.

    Mais informação: http://digital-humanitarians.com/

    Humanitarians, Scholars and Technologists from the following organizations have endorsed this book:

    United Nations, International Committee of the Red Cross (ICRC), US Agency for International Development (USAID), Department for International Development (DfID), American Red Cross, NetHope, World Bank, US Institute of Peace (USIP), National Geographic, Harvard University, Stanford University, Georgetown University, Oxford University, MIT Media Lab, UN Global Pulse and Twitter.

    See more at: http://digital-humanitarians.com/#sthash.Lb3Cehll.dpuf

  1. Achei o brinquedo fofo, pena que nada é “seguro” nas mãos da espécie mais egoísta, gananciosa, preconceituosa e dividida, conhecida como humanos, mas o Natal é tempo de esperança, esperança de tudo, mesmo eu não sendo religiosa acredito nessa esperança, já realizei testes em amigos, quando é perto de Natal eles ficam mais gentis, educados (cavalheiros), mas não sei se é os presentes (ser bonzinho senão fica sem presente), mas eles são umas crianças mesmo, então nunca se sabe.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.