A complexa cauda de iões do cometa Lovejoy – APOD

lovejoy_popov_960

Créditos da imagem e Copyright: Velimir Popov e Emil Ivanov (IRIDA Observatory).

O que causa a estrutura na cauda do cometa Lovejoy? O cometa C/2014 Q2 (Lovejoy), que está atualmente visível a olho nu e próximo de seu máximo brilho, vem apresentando uma cauda de iões primorosamente detalhada. Como o nome indica, a cauda de iões é feita de gás ionizado – o gás energizado pela luz ultravioleta do Sol e empurrado para fora pelo vento solar. O vento solar é bastante estruturado e esculpido pelo campo magnético do Sol complexo e sempre em mudança.

O efeito do vento solar variável combinado com diferentes jatos de gás jorrando do núcleo do cometa explicam a estrutura complexa da cauda. Seguindo o vento, a estrutura na cauda do cometa Lovejoy pode ser vista se movendo na direção oposta ao Sol, e até mesmo alterando a sua aparência ondulada ao longo do tempo. A cor azul da cauda iónica é dominada por moléculas de monóxido de carbono em recombinação, enquanto a cor verde da coma em torno do núcleo do cometa é criada principalmente por uma pequena quantidade de moléculas de carbono diatómico recombinadas.

A imagem em destaque, um mosaico de três painéis, foi tomada há onze dias do Observatório IRIDA, na Bulgária. O cometa Lovejoy fez a sua passagem mais próxima da Terra há mais de duas semanas, e estará no seu ponto mais próximo do Sol em cerca de 7 dias. Depois disso, o cometa aos poucos deixará de ser visível, enquanto ele se dirige de volta para o Sistema Solar exterior, só retornando em cerca de 8.000 anos.

1 comentário

  1. quanto primor no detalhameto da cauda do lovejopy!
    amaei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.