Atravesse o Sistema Solar à Velocidade da Luz

ridding light

O excelente vídeo Riding Light, criado por Alphonse Swinehart, permite-nos perceber como seria viajar pelo sistema solar a quase 300 mil quilómetros por segundo (cerca da velocidade da luz no vácuo). Claro que faltam as distorções fruto da Relatividade, mas isso já seria “pedir demais”…
Mascare-se de fotão e faça esta viagem… aborrecida! 🙂

Riding Light from Alphonse Swinehart on Vimeo.

A viagem está em “tempo real”. Ou seja, após sairmos (fotão) do Sol, passamos por Mercúrio, Vénus e só 8 minutos e 20 segundos depois chegamos à Terra. Depois passamos por Marte, pelos maiores asteroides da Cintura de Asteroides e por Júpiter (aos 43 minutos e 16 segundos). O filme termina pouco depois… porque senão teríamos que esperar mais 36 minutos para passar por Saturno 😉

O realismo das escalas espaciais é impressionante! A nossa pequenez é assombrosa!
A velocidade da luz – que assumimos vertiginosa – nas escalas cósmicas é incrivelmente lenta e frustrante!

6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Valeu Carlos. Espetacular!

  2. Será que haverá continuação para os demais planetas?

  3. Demais! Isso mostra o quão grande é o nosso sistema solar…. imagina o universo!

  4. Muito obrigada, Carlos, por esta magnífica Luz sobre as nossas dimensões!

  5. Não consegui ver.
    Mas deu pra ver no YouTube

    https://www.youtube.com/watch?v=1AAU_btBN7s

    1. Oi Xevious,

      Porque não conseguiu ver? Dá erro?

      abraços!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.