Conjunção entre Júpiter e um trio de luas – APOD

JupiterTriple0710UT_HST

Créditos da imagem: NASA, ESA e Hubble Heritage Team (STScI/AURA).

O planeta gigante Júpiter, o maior do nosso Sistema Solar, e três de suas quatro grandes luas galileanas estão registrados nesta foto do Hubble feita em 24 de janeiro. Cruzando na frente das nuvens da alta atmosfera de Júpiter, Europa, Calisto e Io estão enquadradas da esquerda inferior ao canto superior direito numa rara conjunção tripla de luas.

Distinguíveis só pelas cores, a gelada Europa é quase branca, a antiga superfície cheia de crateras de Calisto aparece marrom/castanho escuro e a vulcânica Io aparece amarelada. As luas e suas sombras que transitam podem ser identificadas seguindo este link. Surpreendentemente, duas pequenas luas internas, Amalteia e Tebe, juntamente com as suas sombras, também podem ser encontradas na visão nítida do Hubble.

As luas galileanas têm diâmetros de 3.000 a 5.000 quilómetros aproximadamente, comparáveis em tamanho à Lua da Terra. Mas as luas de forma irregular Amalteia e Tebe têm apenas cerca de 260 e 100 quilómetros de diâmetro, respectivamente.

Fyj8cy

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.