Descoberto planeta bastante denso que irá morrer “brevemente”

Ilustração artística do exoplaneta super-Júpiter. Crédito: NASA / JPL-Caltech.

Ilustração artística do exoplaneta Kepler-432b. Crédito: NASA / JPL-Caltech.

Duas equipas independentes de astrónomos, utilizando dados da Missão Kepler, descobriram um novo exoplaneta, denominado Kepler-432b, que se encontra a cerca de 2.850 anos-luz de distância da Terra e que é classificado como um Hot Jupiter, na verdade super-Júpiter – um planeta gigante gasoso que tem quase 6 vezes (5,84) mais massa que Júpiter apesar de ter o mesmo tamanho (sendo assim bastante denso). Este é um dos planetas mais densos e maciços até agora conhecidos.

A estrela Kepler-432 é uma gigante vermelha (como será o Sol daqui a 5.000 milhões de anos). O planeta encontra-se perto da estrela, demorando cerca de 52 dias terrestres a completar uma órbita ao redor da estrela. A órbita não é circular, mas bastante alongada, provavelmente devido às forças gravitacionais da estrela (e da evolução desta). Sendo assim, por vezes o planeta está bastante perto da estrela, tendo uma temperatura provável de 1000ºC, e outras vezes está mais longe da estrela (o seu inverno), tendo uma temperatura provável de 500ºC.

Devido à evolução da estrela, que irá ficar ainda maior, e às forças gravitacionais que exerce sobre o planeta, o Kepler-432b irá ser engolido pela estrela em menos de 200 milhões de anos.

Leia em inglês, no sci-news, NASA e artigo científico.

Crédito: NASA

Crédito: NASA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.