New Horizons observa Estige e Cérbero

Estige_NiX_Cerbero_Hidra_LORRI_NewHorizons_250415_010515Estige, Nix, Cérbero e Hidra, vistas pela sonda New Horizons entre 25 de abril e 01 de maio de 2015.
Crédito: NASA/Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory/Southwest Research Institute.

A New Horizons fotografou, pela primeira vez, Estige e Cérbero – as mais pequenas e menos brilhantes luas de Plutão. Depois de ter detetado Caronte, em julho de 2013, e Nix e Hidra, em julho de 2014 e janeiro de 2015, respetivamente, a sonda da NASA consegue agora observar todos os membros conhecidos do sistema plutoniano.

As novas imagens foram obtidas pela câmara LORRI (Long Range Reconnaissance Imager), entre os dias 25 de abril e 01 de maio, quando a New Horizons se encontrava ainda a mais de 88 milhões de quilómetros de distância. Para detetar as duas pequenas luas foi necessário combinar 5 imagens diferentes, captadas cada uma com uma exposição de 10 segundos. As imagens resultantes foram depois processadas de forma a subtrair o intenso brilho de Plutão, Caronte e das inúmeras estrelas em segundo plano.

Cérbero e Estige foram descobertas, respetivamente, em 2011 e 2012, pelos membros da equipa da New Horizons, em imagens obtidas pelo telescópio espacial Hubble. Estige completa uma órbita em redor de Plutão a cada 20 dias e tem 7 a 21 km de diâmetro. Cérbero é ligeiramente maior (10 a 30 km de diâmetro) e tem uma órbita com um período de 32 dias. Ambas têm um brilho 20 a 30 vezes inferior ao de Nix e Hidra.

A pouco mais de 2 meses do seu encontro com Plutão, a New Horizons vai agora iniciar a sua primeira busca por novas luas ou anéis. Esta nova fase da missão terá como objetivo principal a deteção de objetos que possam ameaçar a integridade da sonda durante a sua rápida passagem pelo sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.