Alimentação modificada

O Daily Show fez um segmento engraçado e com muito sentido crítico sobre a problemática dos GMOs – Organismos Geneticamente Modificados.

88% dos cientistas pensam que os GMOs são seguros. Somente 37% da população acredita na segurança dos GMOs.

88% dos cientistas pensam que os GMOs são seguros.
Somente 37% da população acredita na segurança dos GMOs.

Nomeadamente, o segmento deixa a pergunta: porque raio damos ouvidos a pessoas que não são de ciência, para falarem de assuntos científicos?
O segmento também evidencia uma conspiração, mas não da forma que popularmente se pensa…

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Manel Rosa Martins on 15/05/2015 at 07:12
    • Responder

    Talvez quem não estude e tenha legitimidade total para se pronunciar sejam as centenas de milhões de pessoas que padecem de diabetes e que vivem, e bastante bem, com a insulina, que é geneticamente modificada.

    Mesmo que o não saiba, tem o direito legítimo de o saber.

    • Manel Rosa Martins on 15/05/2015 at 07:08
    • Responder

    Os alimentos são um dos resultados da Ciência estudar os assuntos em vez de “ouvir falar,” mas a insulina que trata os diabetes, as algas para a produção de energia eléctrica e as produções agrícolas não alimentares todas, sem excepção, denotaram, à luz dos mais estritos estudos e do mais aturado escrutínio de centenas de autoridades, não haver 1 único caso de dano para a saúde humana ou para o meio ambiente

    Antes pelo contrário, os OGM resultam em muito menos uso de fertilizante, de desfolhantes, de insecticidas e de herbicidas. E produzem muito mais por concentrarem a energia na parte da planta aproveitável.

    Mais, incorporam códigos que os neutralizam após o seu ciclo vegetal.

    Mas enfim, o que valem décadas de estudo e de prática, e de controle perante um qualquer profundo, laborioso e informado “ouvi dizer?”

  1. Espero que tenham retirado da amostra os cientistas que têm interesse económico (legítimo) na comercialização dos alimentos alterados genéticamente.

    Afinal até nas notícias se esclarece quando se informa sobre a empresa mãe.

    Os cientistas não são mais santos que o resto.

    1. Viu o segmento? 😉

Responder a Jose Simoes Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.