A galáxia NGC 7714 após a colisão – APOD

ngc7714_hubble_1080

Créditos da imagem: NASA, ESA; Agradecimentos a: A. Gal-Yam (Weizmann Inst.).

Está esta galáxia a saltar através de um anel gigante de estrelas? Provavelmente não. Embora a dinâmica precisa por trás da imagem em destaque é ainda incerta, o que está claro é que a galáxia retratada, NGC 7714, foi esticada e distorcida por uma colisão recente com uma galáxia vizinha. Esta vizinha menor, NGC 7715, situada à esquerda fora do quadro apresentado, provavelmente colidiu direto através de NGC 7714.

Observações indicam que o anel dourado na foto é composto de milhões de estrelas semelhantes ao Sol mais antigas que provavelmente estão em co-movimento com as estrelas azuladas interiores. Em contraste, o centro brilhante de NGC 7714 parece estar passando por uma explosão de nascimento de novas estrelas.

NGC 7714 está localizada a cerca de 100 milhões de anos-luz de distância na direção da constelação de Peixes (em latim: Pisces). As interacções entre essas galáxias começaram provavelmente há cerca de 150 milhões de anos e devem continuar por várias centenas de milhões anos a mais, após as quais uma única galáxia central pode resultar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.