Ago 05

Tarja Desaparece e Nibiru Surge no Google Sky?

winib

Nos idos de 2012, no meio da euforia do fim de um dos ciclos do calendário maia, o Astrônomo e Educador Científico Carlos Oliveira, PhD, elaborou um artigo no qual responde vários questionamentos sobre um objeto estranho visualizado no Google Sky – de igual maneira, como funciona o tratamento de imagens. 

Algumas regiões no Google Sky continham alguns “mistérios”, dentre estes, áreas celestes contendo tarjas, o que, naturalmente, impossibilitaria melhor “entendimento” destas regiões no espaço sideral:

Recentemente, começaram a surgir questionamentos, por parte dos leitores, acerca de um objeto que “surgiu” após a retirada de uma dessas (tarjas), fato este que teria ocorrido no presente ano. Abaixo, pode ser vista a região desse objeto, que, a princípio, possui características peculiares  (coordenadas: 5 h 42m 21.0s ——– 22 ° 36 ‘45,7 “):

Crédito: Sloan Digital Sky Survey Consortium. (2015)

Crédito: Sloan Digital Sky Survey Consortium. (2015)

Com destaque.

Imagem ampliada.

Apesar do objeto em questão não ser catalogado, até o momento [1], a região a que pertence é bastante conhecida: trata-se da Constelação de Touro, no qual podemos observar, acima e à direta, a estrela HD 37784, que situa-se à 110,132 parsecs ou 359,2102 anos-luz (1 parsec = 3,26163344 anos-luz).

Utilizando o Google earth, encontra-o nas coordenadas abaixo:

Nova imagem (1)

Entretanto, no YouTube, pode-se ver um vídeo de 2013 onde já mostra sua localização:

Em outras palavras, a distância assegura que este astro não produza qualquer interferência gravitacional com as órbitas dos planetas que pertencem ao nosso sistema solar, tampouco provocando quaisquer cataclismos. Mais que um planeta que possa produzir catástrofes das mais variadas em nosso planeta, Nibiru parece ser uma (vã) esperança…

————————————————————————

[1] Errata: o objeto está catalogado. Trata-se duma estrela T Tauri sob código RNO 54 (Catálogo de Tycho: TYC 1861-1988-1):

Nova imagem (2)

Sua morfologia pode ser explicada por erupções de poeira e gás no envelope da jovem estrela. (Reipurth e Aspin 2004)

37 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Olá, bom dia!

    E quanto ás tarjas, seriam falhas ou falta de informações numéricas, no sistema do google ou outro sistema, para aquela região, e assim ficam escuras por não terem essas informações?

    Obrigado

    1. O Google Sky não é um telescópio.

        • ronaldo on 30/08/2017 at 14:24

        (… comentário editado…)

      1. Este local é de ciência.

        Não é um local para divulgação de mentiras com websites vigaristas.

        Já foi explicado dúzias de vezes neste local que o Seu History é um local feito pelos crentes nas mentiras do Canal História, onde inventam parvoíces para os inocentes caírem.
        Eu também posso ir lá publicar um artigo sobre ter um unicórnio invisível que voa.

    2. Já existe até matéria em empresa confiável sobre este planeta, como não existe? (…comentário editado…)

      1. Já respondido:

        Este local é de ciência.

        Não é um local para divulgação de mentiras com websites vigaristas.

        Já foi explicado dúzias de vezes neste local que o Seu History é um local feito pelos crentes nas mentiras do Canal História, onde inventam parvoíces para os inocentes caírem.
        Eu também posso ir lá publicar um artigo sobre ter um unicórnio invisível que voa.

        Se acha que isso é confiável, o problema é seu… porque gosta de ser enganado.
        http://www.astropt.org/2014/05/29/asteroide-vai-bater-na-terra-em-2041-as-fantasias-do-ireport-e-do-seuhistory/

  2. Vários sites dizem que nibiru já está visível no céu, como se fosse uma nova estrela… eu hein 😑

    1. … no entanto, se a senhora Ana Mary fizer uma rápida busca, neste sítio, sobre este tema, notará que tais websites continuam na contra-mão do conhecimento científico, de modo a vigarizar as pessoas.

      Não há qualquer planeta/anã marrom em rota de colisão com a Terra – no mais, caso já visível no céu, perceberíamos seus efeitos gravitacionais – e, decerto, em todo o Sistema Solar.

      De resto, o efeito de câmera que alguns julgam ser o tal Nibiru – pelo fato dum reflexo fixo mesmo quando manipula-se a câmera – nada mais é que isso: reflexo.

      Cavalcanti

        • João on 31/12/2015 at 03:47

        Realmente, meus óculos também causam esse efeito de reflexo.

    • Sergio Campos on 03/12/2016 at 18:37
    • Responder

    O fato é que a humanidade de outrora era segura de si mesma, confiante no seu chão, suas rochas, e no seu norte; ela até se alocava como sendo o centro e o fim maior do universo, e a terra era central e repleta de adornos celestes à seu serviço. Com o avanço do conhecimento concedido ao ser humano – e não por ele angariado através de mérito próprio, – seu chão foi sumindo. Hoje, o homem sabe que o seu chão físico – rocha – pode balançar como geleia e deslocar-se como pipoca ao fogo; sabe que a terra é um ínfimo planeta a vagar segundo leis e forças ainda não totalmente conhecidas; sabe que existem bilhões de pedrinhas, rochas, e objetos enormes pelo espaço sideral – objetos distantes e mais próximos da terra… enfim, todo este conhecimento ampliado da realidade próxima e do infinito – imperscrutável mas real – trouxe ao ser humano uma insegurança enorme e uma visão de que ele não é permanente, muito menos é aquele que protagoniza os eventos e os acontecimentos. Falta ao homem apenas uma coisa – abandonar a sua prepotência ignóbil e declarar-se cem por cento dependente do “sistema universal” acima de si.

  3. Como algo dessa natureza não provocaria cataclismos se tem a nuvem de Hoort com triliões de cometas cinturão de kuiper e o principal? Tratando-se de uma estrela anã, é uma estrela exerce um grande magnetismo. Os abrigos subterrâneos será um lugar de sofrimento aos sobreviventes, por qual motivo mentiriam com um assunto tão sério. AMARGENDOM?

    1. Signor Irineu,

      Os meus respeitos.

      Não provocaria quaisquer cataclismos porque o tal “astro”, simplesmente, não existe. Ademais, abrigos subterrâneos existem, no mundo inteiro, para diversos fins. 😉

        • ams on 02/02/2017 at 16:50

        Como vc pode fazer essa afirmação,já ouviu falar do Asteroid 2016 wf9? que de acordo com a propria NASA esta na orbita Júpiter (passa por dentro) e que a NASA disse que ele faz esse trajeto a cada 5 anos ?https://theskylive.com/2016wf9-info

      1. Se ler os nossos artigos, passa a saber mais informações sobre esses assuntos.

        http://www.astropt.org/2017/02/01/asteroide-2016wf9-vai-colidir-com-a-terra-nao/

        Pode-se fazer as afirmações quando se estuda os assuntos, em vez de andar a ler websites sensacionalistas na internet.

        abraços

    • Francisco de Assis Dorneles on 24/06/2017 at 03:08
    • Responder

    Boa noite, Carlos, faz um tempo que não passo por aqui. Mas hoje navegando pelo you tube me deparei com uma nova matéria relacionada ao tema deste post.
    Esta bombando na internet sobre a data de 23/09/2017, segundo os interpretes esta data associa-se ao apocalipse; seria uma interpretação das escrituras associadas ao evento astronômico desta data.
    Vou postar dois vídeos, um espiritualista e outro evangélico, o primeiro faz uma associação ao badalado planeta nibiru.
    (… comentário editado…)

    1. Como deve compreender, este local é de ciência. Não é para publicitar crenças religiosas. (daí o comentário ser editado)

      Se o assunto é ciência, vídeos de youtube de crenças religiosas valem 0.

      Sobre o suposto Nibiru:
      http://www.astropt.org/2011/09/09/fantasia-planetaria-nibiru/

      Sobre qualquer data de fim-do-mundo imaginada por religiosos fanáticos será sempre mentira.

      abraços

        • Francisco de Assis Dorneles on 24/06/2017 at 09:51

        Obrigado pela rápida resposta, mas fica a curiosidade astronômicos.
        Qual astro aparece naquela direção onde essas pessoas estão fazendo todo esse alarde ?
        Até para esclarecer as pessoas no YouTube , abraços, mais uma vez obrigado por sua gentileza.

      1. Qual direção, a que horas, visto de onde?

        Se fosse um qualquer suposto Nibiru seria visto de todo o mundo. Ora, basta ir lá fora para se ver que o único astro no céu a esta hora é o Sol.

        Quanto a astros à noite, basta ir a este website, por exemplo:
        http://www.heavens-above.com/
        Colocar o Local de Observação onde se está (ou que se quer).
        A seguir vai-se ao Mapa do Céu, e muda-se o dia e a hora que se quer, e vê-se os astros que estão no céu nessa altura 😉

        abraços!

    2. Gente amiga, o corpo astronômico que alguns aqui imaginam ser “Nibiru” (atrás da tão falada tarja preta na viralizada imagem astronômica da NASA) é conhecido e catalogado. É a estrela T Tauri que tem o código RNO 54 (Vejam o Catálogo de Tycho: TYC 1861-1988-1).

    • Francisco de Assis Dorneles on 24/06/2017 at 16:33
    • Responder

    Segundo o vídeo desses apocalípticos deve-se ir ao Google Sky, na constelação de virgem ao colocar no infra red, irá aparecer a tal tarja preta dando zoon, ao colocar o mouse encima da mesma aparecerá duas coordenada: 13h51m42.0s
    -8º45º17.3º.
    Depois eles falam para ir no site Skyview e coloca no coordenates or source : 134917.-8º45º.3º,
    Depois IR: IRAS, marca (IRAS 100 micron)
    Na opção cor, coloca (Prism) ai aparece algo como duas estrelas, uma vermelha e outra azul.
    Ob.: sou curioso, por isto estou aqui rs.
    Pelo tenho conhecimento científica, o que poderia ser estes pontos ao qual afirmam estar por trás do que chamam de tarja ?
    No chutometro imagino que seja apenas estrelas que se colocam naquela direção da constelação de virgem, e conhecidas, imagino eu.
    Abraços.

    1. A resposta está aqui: 😉
      http://www.astropt.org/2012/02/20/objectos-estranhos-no-google-sky/

      abraços!

    • Carlos Mecenas on 24/06/2017 at 22:18
    • Responder

    Os comentários do Carlos Oliveira são um eita atras de eita nessa galerinha que lê a bíblia e o site sempre questione kkkkkkkkkkkkkk

    Parabéns pelo trabalho….

    • Francisco de Assis Dorneles on 25/06/2017 at 00:09
    • Responder

    Carlos, valeu; sabe o que farei agora ?
    Vou postar nos canais do you tube onde se prega esta crença, é importante dar um ponto de vista racional as pessoas sobre tudo isto.
    Abraços aqui do Brasil.

    1. Excelente! 😉

      abraços

  4. Me ajude estou a ponto de me matar por causa desse tal de nibiru eu estou morrendo de medo socooooooorrrrrroooooooo Carlos me ajuda serio estou traumatizado

    1. Olá amigo,
      Eu também estava na mesma situação que a sua aí pensei, eu vou parar de ficar lendo essas porcarias porque, se esse tal de nibiru existisse todo mundo já estava vendo.
      Já morrir de olhar o sol pra ver se vejo e nada , quase fiquei cega😄😄.
      Desde o início do mundo que tem furacão, seca etc.
      Não poder ter uma chuva forte que esse povo fala que é por causa de nibiru.
      Que bom encontrei esse sit, ele é muito esclarecedor
      Abraços😉😉

    • Luiz Fernando Engroff on 04/09/2017 at 00:00
    • Responder

    Acredito nos esclarecimentos do Carlos, mas gostaria de saber o porque dos gastos exorbitantes em cavernas subterrâneos e milhões de caixões nos Estados Unidos, qual a finalidade, vão matar o seu próprio povo?

    1. Não há quaisquer milhões de caixões.

      Isso era uma treta que foi inventada em 2011, aquando da passagem do cometa Elenin, e que depois continuaram a usar em 2012, supostamente devido à Profecia Maia, e nos anos seguintes por mais vigarices de fim-do-mundo.

      E continuam a utilizar 6 anos depois, porque há sempre quem continue a acreditar nessas vigarices.

      http://www.astropt.org/2011/07/03/plano-de-emergencia-da-nasa/
      https://www.nasa.gov/centers/hq/emergency/personalPreparedness/index.html
      http://www.astropt.org/2011/10/29/fema-no-brasil/

    • Luiz Fernando Engroff on 09/09/2017 at 03:30
    • Responder

    Prof. Carlos, mais uma vez agradeço a gentileza e a paciência em responder, esclarecendo de maneira simples, mas objetiva, e com dados. Talvez seu grande legado neste momento maluco, seja, repassar seu conhecimento, informar e tranquilizar milhares, que como eu, sentem até desespero, mas com a sua ajuda, renascemos motivados a levantar noutro dia pela manhã, olhando nos olhos de nossos amados, com esperança em um futuro para todos neste planeta, na nossa casa. Parabéns e Obrigado Professor.

  5. gostaria de agradecer a existência deste espaço, sempre q estou com muito medo de alguma noticia venho dar uma conferida pra ver se preciso entrar em pânico, ainda mais com todas essas doodeiras climáticas, obrigada 😍

  6. Vejam o site da nasa sobre isso: https://solarsystem.nasa.gov/planets/planetx

    1. Naturalmente, as palavras do signor Green são perfeitamente claras: “This is not, however, the detection or discovery of a new planet. It’s too early to say with certainty there’s a so-called Planet X. What we’re seeing is an early prediction based on modeling from limited observations…“.

      Ou seja, ainda é precoce tecer qualquer afirmativa sobre o hipotético planeta nos confins do sistema solar. A signora leila pode, na leitura do texto aqui apresentado por sua pessoa, que as características do planeta “X” em muito divergem do outrora denominado “Nibiru”: “… could have a mass about 10 times that of Earth and orbit about 20 times farther from the sun on average than Neptune. It may take between 10,000 and 20,000 Earth years to make one full orbit around the sun.

      Nibiru, de acordo com a hipótese das pessoas que defendem sua existência, teria órbita de 3600 anos e tamanho muito maior que Júpiter. Em outros textos, por sua vez, consideram Nibiru como um “pequeno sistema solar.”

      Ademais, os cientistas no texto da NASA me parecem bastante entusiasmados com a probabilidade da existência de um novo planeta:

      It’s the start of a process that could lead to an exciting result.” 😉

      Meus respeitos.

    2. Leila, como já foi explicado dezenas de vezes em textos neste local, o possível Planeta X nada tem a ver com o inexistente Nibiru.

  7. Pessoal. Me falem sobre isto.. é tudo tao confuso. alguns cientistas dizem que há.. outras pessoas dizem que não. As catástrofes aumentando rapidamente. terremotos e vulcões, marés, etc… https://www.youtube.com/watch?v=I9GUGM8zkoI

    1. Isso NADA tem a ver com o inexistente Nibiru e está MUITO LONGE da Terra (por isso, nada tem a ver com terramotos, vulcões ou o que quer que seja na Terra).

      A notícia sobre esse suposto planeta está aqui:
      http://www.astropt.org/2016/01/22/descoberto-novo-planeta-no-sistema-solar/

      abraços

  1. […] O que está a acontecer, para escrever sobre isto novamente? É que o Nibiru, Hercólubus, Planeta X e outros nomes, renasceu das cinzas tal como Fénix! Podia ter dado o nome de Fénirú, mas preferi o Nibirénix para não ter tanta piada. Podemos ver pela imagem que até tem asas e é de fogo, dependendo das manipulações que são feitas (a imagem é de uma estrela T Tauri com o código RNO 54 e que no Catálogo de Tycho é chamada de TYC 1861-1988-1). […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.