Adrianos Golemis registra um Analema na Antártica

O Sol retorna ao mesmo ponto nos céus a cada dia? NÃO!

http://apod.nasa.gov/apod/image/1509/AnalemmaAntarctica_Golemis_4608.jpg

Analema em 2014/2015 na Antárctica – crédito da imagem©: Adrianos Golemis

Uma excelente resposta visual a essa questão é o registo fotográfico de um analema, ou seja, a criação de uma imagem composta de uma sequência de exposições do Sol, todas tomadas a partir do mesmo ponto, no mesmo horário a cada dia ao longo de um ano.

O analema em destaque foi capturado semanalmente apesar das criogênicas temperaturas e velozes ventos próximos da Estação Concórdia na Antárctica.

A posição do Sol às 4 horas da tarde foi capturada em múltiplos dias nesta composição digital. Acredita-se que este foi o primeiro analema já construído na Antárctica.

A razão da imagem somente mostrar o Sol de setembro de 2014 a março de 2015 é que o Sol permaneceu abaixo do horizonte pelo resto do período de um ano usualmente usado para se compor um analema.

De fato, como em 23 de setembro de 2015 foi o dia do equinócio, o Sol nasceu no Polo Sul após uma ausência de 6 meses e não irá se ocultar atrás do horizonte até o próximo equinócio em março de 2016, desconsiderando eventuais ocorrências do Efeito Novaya Zemlya, uma grande refração atmosférica (foto abaixo):

http://www.novayazemlya.net/Novaya-Zemlya-Effect.html

Efeito Novaya Zemlya registrado em São Francisco, quatro minutos após o por-do-sol.

Em contrapartida, em 23 de setembro de 2015 o Sol se ocultou atrás do horizonte e tal irá gerar uma longa noite no Polo Norte, após meio ano de luz contínua nos céus.

Para o resto da Terra entre os polos, entretanto, o equinócio significa que em 23 de setembro, todos nós tivemos um dia e uma noite com efetivas as mesmas 12 horas de duração.

Fonte

APOD: Antarctic Analemma – crédito da imagem©: Adrianos Golemis

._._.

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Resposta:

    Não seria o caso de terem construído uma edificação que faz sombra na sua casa? Verifique isso.

    O Sol muda de direção ao longo do ano, normalmente, no verão está mais à esquerda no horizonte e no inverno mais à direita (supondo que você está no hemisfério sul, é claro). Repare nisso também.

    Acompanhe diariamente a posição em que o Sol se põe e entenderá a variação no horizonte.

    No hemisfério norte (ver o analema acima) é justamente o contrário.

    1. Nada foi construído, eu vivo nos montes perto de Lisboa. O sol ao longo do tempo foi-se “deitando” cada vez mais para a direita, tanto seja no verão ou no inverno!

      Este ano nem precisei de utilizar chapéu de sol na varanda ao meio dia quando nos primeiros anos nem podia estar na varanda tal era o sol que lá batia 🙂

      1. Em Lisboa no verão o Sol está mais à direita e no inverno mais à esquerda (hemisfério norte).

        Quanto a posição do Sol, ela não muda (para o mesmo dia do ano), ao longo dos anos.

        Passe a acompanhar isso.

  2. Já agora este pode ser um bom local para colocar uma dúvida que me deixa curioso há anos!

    Quando comprei a minha casa há 8 anos, o sol “deitava-se” sempre de frente para a janela da minha sala, era um prazer ter aquela luz a entrar pela sala a dentro. Com o passar dos anos o local mudou e muito, agora já não levo com a luz de frente mas sim de lado.

    Qual é a explicação cientifica para este acontecimento?

    Obrigado

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.