Plantão da descoberta – 06 a 12 de outubro de 2015

Descobertas mais recentes:

 

Exoplanetas:

1 exoplaneta anteriormente descartado foi reconsiderado após novas análises.

Total geral: 1.969

 

Supernovas:

2015T – ESO 147-G20 – 17.3 [Tucana]
2015S – ESO 194-G24 – 17.1 [Phoenix]
2015R – UGC 8690 – 18.6 [Virgo]
2015Q – NGC 3888 – 16.4 [Ursa Major]
2015P – MCG -2-33-20 – 18.2 [Virgo]
2015O – PGC 1426131 – 18.3 [Ophiuchus]
2015N – UGC 11797 – 17.3 [Cygnus]
2015M – anônima – 16.9 [Coma Berenices]
2015L – anônima – 16.9 [Indus]
2015K – NGC 7712 – 17.0 [Pegasus]

 

Cometas:

P/2015 T1 = P/2003 WC7 (LINEAR-Catalina) [12/10/15]
P/2015 S1 = P/1998 QP54 (LONEOS-Tucker)
C/2015 R3 (PANSTARRS)
P/2015 R2 (PANSTARRS)
C/2015 R1 (PANSTARRS)
P/2015 Q2 (PIMENTEL)
C/2015 Q1 (SCOTTI)
C/2015 P3 (SWAN)
P/2015 P2 = P/2002 Q1 (Van Ness)
P/2015 P1 = P/2007 V2 (Hill)

 

Novas:

Nova Aquilae 2015 (05/10/15)
Nova Sagittarii 2015 nr. 3
Nova Ophiuchi 2015
Nova Scorpii 2015
Nova Sagittarii 2015 nr. 1
Nova Sagittarii 2015 nr. 2

11 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • BetinhoFloripa on 09/11/2015 at 10:15
    • Responder

    Censura é a arma da ignorância e da opressão…

    1. Não é censura, é avaliação.

      Da mesma forma que proibir o ensino da Bíblia em aulas de ciência não é censura. É senso comum 😉

      Se a aula é de astronomia, por exemplo, não faz sentido passar 1 hora (toda a aula) a ler o Antigo Testamento. Ou faz?

      abraços!

  1. Na qualidade de responsável pelos posts regulares “Plantão da Descoberta”, esta seção se refere SOMENTE às descobertas recentes na Astronomia, focadas em cometas, novas, supernovas, exoplanetas e satélites do Sistema Solar, como tem sido feito há 3 anos.

    Pensei que fosse algo óbvio, mas torna-se necessário esclarecer.

    Obrigado.

    • BetinhoFloripa on 19/10/2015 at 10:19
    • Responder

    “… Nesse sentido se faz necessário a pesquisa de novos compostos com boa seletividade e baixa citotoxicidade para as células normais, a fosfoetanolamina sintética em células tumorais tem se mostrado de alta eficácia apresentando concentrações inibitórias em baixas concentrações molares sem alterar a viabilidade de células normais, dados preliminares já apresentados por nosso grupo. (AU)…”

    http://www.bv.fapesp.br/pt/bolsas/74651/avaliacao-das-propriedades-anti-tumorais-da-fosfoetanolamina-sintetica-in-vitro-e-in-vivo-no-melanom/

    Não tocarei mais nesse assunto…

    Abraços

    • BetinhoFloripa on 16/10/2015 at 11:17
    • Responder

    Carlos

    1 – Trata-se de uma descoberta também….
    2 – Não achei artigo mais adequado publicado recentemente no qual eu pudesse inserir tal descoberta.

    Conto com sua paciência.

    Abraços

    🙂

      • BetinhoFloripa on 16/10/2015 at 11:18
      • Responder

      Desculpe Professor…esqueci a formalidade… onde se lê Carlos, favor ler Dr. Oliveira.

      Abraços

      🙂

    1. Isto não é uma descoberta… 😉

      Se fosse descoberta, uma companhia farmaceutica já tinha pegado nela, já a tinha colocado no mercado e feito trilhões de dólares com ela.

      Por outro lado, eu posso dizer que tenho aqui um comprimido que também faz milagres, desde criar cabelo até acabar com dores de ossos. Já vendi pelo meu grupo de amigos e todos eles vão viver para sempre.
      Eu dizer isto não prova nada… não é sinal de qualquer descoberta… 😉

      abraços

        • Luiz Roberto on 18/10/2015 at 00:33

        É verdade…não é bobagem..

        https://www.youtube.com/watch?v=2QxcD0KNUUQ

    • BetinhoFloripa on 15/10/2015 at 17:08
    • Responder

    Parece que funciona e cura o câncer…

    http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2015/08/consciencia-em-paz-afirma-homem-preso-por-doar-capsula-contra-cancer.html

    Alguém sabe como fazer?

    1. Oi,

      1 – Porque envia este tipo de artigos?

      2 – O que tem a ver com o post sobre descobertas de exoplanetas, supernovas, cometas e novas?

      abraços

Responder a BetinhoFloripa Cancelar resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.