M20: no centro da Nebulosa Trífida por Robert Gendler e Martin Pugh

http://apod.nasa.gov/apod/image/1510/Trifid_HubbleGendler_2400.jpg

A Nebulosa Trífida (M20) – Créditos: Subaru (NAOJ) / Hubble, Martin Pugh / Processamento por Robert Gendler

Nuvens de gás brilhante se mesclam com faixas de poeira na Nebulosa Trífida, uma região de formação estelar na direção da constelação de Sagittarius.

No centro do panorama celestial juntam-se três proeminentes trilhas de poeira cósmica. Esse trio de faixas escuras é a razão do nome da nebulosa: Trífida.

Montanhas’ de pó opaco aparecem à direita, enquanto outros filamentos escuros são visíveis entrelaçados através da nebulosa.

Uma massiva estrela solitária observável perto do centro da foto é a responsável pela maior parte do brilho da Trífida.

A nebulosa Trífida, classificada no catálogo de objetos difusos de Charles Messier como M20, tem ‘apenas’ 300.000 anos de idade, o que a torna uma das mais jovens nebulosas de emissão conhecidas.

A nebulosa reside a cerca de 9.000 anos luz e a fração retratada aqui tem um diâmetro de 10 anos luz.

O quadro acima é uma composição onde a luminância foi obtida de uma imagem capturada pelo telescópio terrestre Subaru, de 8,2 metros em Mauna Kea, Havaí e os detalhes vieram dos dados do observatório espacial Hubble de 2,4 metros. Os dados de cores foram fornecidos por Martin Pugh e a montagem e processamento foram providenciadas por Robert Gendler.

Fonte

APOD: In the Center of the Trifid Nebula – Créditos: Imagem: Subaru Telescope (NAOJ), Hubble Space TelescopeMartin Pugh; Processamento por Robert Gendler

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.