Reciclando a galáxia NGC 5291 por Johannes Schedler

http://apod.nasa.gov/apod/image/1511/NGC5291_c80aSchedler.jpg

As interações sofridas pela galáxia NGC 5291 no aglomerado Abell 3574 processado por Johannes Schedler

Em consequência de uma antiga colisão intergaláctica a 200 milhões de anos-luz de distância da Terra, escombros de uma galáxia rica em gás, a NGC 5291, foram expulsos para o espaço intergaláctico.

NGC 5291 e a provável galáxia agressora, também conhecida por galáxia “Seashell” (Concha do Mar), foram capturadas perto do centro desta paisagem cósmica espetacular.

Essa imagem tomada por um telescópio terrestre enquadra o aglomerado galáctico Abell 3574 na constelação meridional de Centaurus.

Espalhadas ao longo de longas caudas de maré com 100.000 anos luz, vemos aglomerados de matéria que lembram galáxias anãs (acima e abaixo de NGC 5291, nessa imagem), mas que carecem de estrelas antigas, ou seja, dominadas por jovens estrelas e regiões ativas de formação estelar.

Essas galáxias anãs são incomumente ricas em elementos mais pesados que o hidrogênio e o hélio. Os cientistas estimam que as pequenas galáxias provavelmente nasceram no espaço intergaláctico, reciclando os escombros enriquecidos em metais, oriundos da matéria remanescente da galáxia violentada, a NGC 5291.

Fonte

APOD: Recycling NGC 5291 – crédito©: CHART32 TeamProcessamento por Johannes Schedler

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.