Google+

«

»

Fev 12

Vídeo mostra o crescimento e a diminuição do brilho da supernova 2015F

Fique sentado em sua poltrona e veja uma estrela em explosão

http://www.rochesterastronomy.org/sn2015/sn2015F.html

Supernova SN2015F em NGC 2442 por Stan Howerton em 15 de março de 2015

A supernova em questão ocorreu há 80 milhões de anos, quando os dinossauros dominavam a Terra. Contudo, imagens espetaculares começaram a chegar aqui em 2015.

De fato, a Supernova 2015F foi descoberta na galáxia espiral NGC 2442 por Berto Monard in março de 2015 e era incomumente brilhante, o bastante para ser observada por telescópios de menor porte.

O padrão da variação da sua curva de luz indicou que se tratava de uma supernova do Tipo Ia , um tipo de reação termonuclear estelar que resulta quanto uma anã branca (white dwarf), do tamanho da Terra, ganha massa até atingir o limite de Chandrasekhar (cerca de 1,39 vezes a massa do Sol) de forma que o seu núcleo desencadeia a fusão nuclear descontrolada. O crescimento da anã branca possivelmente foi causado pela queda de uma anã branca companheira que espiralou dentro do objeto que explodiu.

Encontrar e rastrear supernovas do Tipo Ia é uma atividade particularmente importante pois seu brilho intrínseco pode ser calibrado, fazendo de sua magnitude aparente uma boa medida de sua distância em relação a nós. As supernovas tipo Ia são como réguas de escalas de distância que ajudam a medir o Universo Observável.

O vídeo em destaque acompanhou a estrela arrebentar desde antes das imagens da explosão chegarem, documentou o crescimento no brilho e, por vários meses, a variação ocorrida enquanto a supernova evanesceu.

A nebulosa remanescente da supernova SN2015F ainda é muito tênue para ser vista sem um telescópio de grande porte. Entretanto, a 08 de fevereiro de 2016 os céus foram iluminados novamente, desta ver por uma supernova ainda mais brilhante em uma galáxia mais próxima, a Centaurus A.

Fontes

Rochester Astronomy: Supernovae 2015F in NGC 2442

APOD: The Rise and Fall of Supernova 2015F – crédito do vídeo©: Changsu Choi & Myungshin Im (Seoul National University)

Acerca do autor(a)

Ricardo Orsini de Castro Amarante [ROCA]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>