A misteriosa montanha Ahuna

AhunaMons_Ceres_FC_Dawn_dez2015Ahuna Mons vista pela sonda Dawn, em dezembro de 2015 (resolução aproximada: 35 metros/píxel).
Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA/PSI.

Na semana em que comemorou o seu primeiro aniversário na órbita de Ceres, a equipa da missão Dawn divulgou esta nova imagem de Ahuna Mons obtida pela sonda da NASA a uma altitude de apenas 385 km. A imagem revela detalhes sem precedentes da sua estrutura em forma de cúpula, incluindo pistas que sugerem uma formação relativamente recente.

Ahuna Mons é uma das estruturas geológicas mais enigmáticas descobertas pela sonda Dawn na superfície de Ceres. Com uma altura aproximada de 4,5 km e uma base elíptica com cerca de 3430 km2 de área, esta montanha solitária apresenta características morfológicas radicalmente diferentes das de outras elevações topográficas observadas no planeta anão.

AhunaMons_Ceres_dados_topograficos_Dawn01Variações topográficas em redor de Ahuna Mons. O azul representa os terrenos mais baixos, enquanto que o castanho corresponde às elevações mais altas. A diferença entre os pontos mais extremos é de cerca de 9 km.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA.

O topo tem uma ligeira depressão no centro e é atravessado por sulcos e depressões alongadas com cerca de 1,5 km de comprimento, dispostas num padrão subradial. As vertentes da montanha possuem 30 a 40º de inclinação e exibem lineações brilhantes e escuras, com diferenças de +15% e -5% relativamente ao albedo global de Ceres. Estas lineações têm características espetrais distintas do topo e dos terrenos em redor da montanha e encontram-se circunscritas a uma área com fronteiras bem definidas com estas duas unidades, o que sugere que Ahuna Mons foi provavelmente criada pela extrusão de materiais viscosos provenientes do interior da crusta cereriana.

“Ninguém esperaria [encontrar] uma montanha em Ceres, especialmente uma como Ahuna Mons”, disse Chris Russell, investigador principal da missão Dawn. “Ainda não temos um modelo que explique de forma satisfatória como se formou.” Medições da distribuição do tamanho e frequência de crateras nos terrenos adjacentes a Ahuna Mons indicam que a montanha foi criada há menos de 850 milhões de anos. No entanto, a aparente ausência de atividade geológica prolongada de origem endógena nas unidades geológicas envolventes tornam a sua origem um verdadeiro quebra-cabeças. A Dawn irá continuar a tirar partido da sua atual órbita a baixa altitude para recolher novas imagens e outros dados com maior resolução, que possam ajudar os cientistas a esclarecer a génese e evolução desta misteriosa estrutura cereriana.

1 ping

  1. […] menos definidas que as de outros exemplos observados na superfície de Ceres, como é o caso de Ahuna Mons, localizado mais a […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.