Foi descoberto novo vírus que pode dizimar a humanidade

Foi descoberto, no meteorito marciano nº FUC1916FEV30, um novo vírus da família Astroviridae – conhecido como Astrolovirus. Segue abaixo uma imagem do Astrolovirus tirada pela equipa que analisou o meteorito. A imagem está ampliada 1 milhar de milhão de vezes em relação ao tamanho real.

Untitled-1

Podem ser vistas glicoproteínas à superfície deste novo vírus que funcionam como receptores de várias moléculas. Já se comprovou que não há contaminação de vírus terrestres, contudo, os cientistas estão muito perplexos em ver certas incríveis semelhanças com a família Astroviridae da Terra. É um vírus que está a consternar a comunidade científica pois parece que infectou um coelho de estimação de um dos geólogos. O roedor não durou mais do que três horas. O vírus é extremamente virulento e uma mutação  pode ser o suficiente para passar ao homem num fenómeno conhecido como zoonose. Há já vários outros animais que tiveram contacto com o coelho e que estão a mostrar os primeiros sintomas. Ao que parece esta equipa vai marcar uma conferência de imprensa para hoje a fim de dar a conhecer um vírus que pode ser muito mais perigoso que o do Ebola e que o Zika. O vírus destrói por completo as bainhas de mielina numa questão de minutos. Se continuar a ser tão virulento e a sofrer uma taxa única de mutações, pode ser um caso extremamente grave pois pode ter a probabilidade de dizimar a humanidade. Vamos estando atentos a este grave incidente que aconteceu após o geólogo ter rachado o meteorito ao meio tendo esquecido os meios preventivos para evitar fuga de possíveis agentes patogénicos.

Os meteoritos marcianos podem atingir a Terra após ter sido ejectado material rochoso da superfície marciana. Os fragmentos marcianos resultantes, que se ejectaram de colisões com corpos exteriores ao planeta, podem estar a vaguear no espaço até serem atraídos pela gravidade da Terra, de Jupiter ou de outro corpo do Sistema Solar com massa suficiente. No caso da Terra, esse pedaço rochoso que é o meteoroide atravessa a atmosfera terrestre e, caso não se desintegre, atinge a superfície terrestre. Este meteorito foi encontrado na Antarctida em 1916. E foi analisado de novo por uma equipa de geólogos. Ao terem dividido a rocha ao meio, fizeram despertar a forma cristalina do virus que passou para o animal que estava no local da experiência.

meteorito

Acima pode-se ver um exemplo de um meteorito marciano, que se parece com uma rocha terrestre.                                        



P.S.: Bazinga!

bazinga gif

14 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Ah! É? E que tal isso?

    Fungo exerce “controle mental” em formiga há 48 milhões de anos

    http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2010/08/784981-fungo-exerce-controle-mental-em-formiga-ha-48-milhoes-de-anos.shtml

    • José Carlos do Canto on 04/04/2016 at 01:11
    • Responder

    Amedrontador!! Fiquei negativamente impressionado!!!!!

  2. 😛 boa nem cheguei ao bazinga, o título, a data, a foto de um modelo 3d de virus 😛 April Fools’ Day

  3. Podem esperar, vai rodar a internet, através dos seguidores das conspirações.

  4. Seu formato parece um vírus picante.

  5. Fuso horário é uma merda hahaha

      • Vergilio Bueno Junior on 01/04/2016 at 01:44
      • Responder

      Pior aqui no Brasil ainda é 31 kkkk mas como vou advinhar sempre leio matérias sérias aqui.

  6. 😛 o que vale é que o AstroPT só adere ao sensacionalismo um dia por ano 🙂

    • Eduardo Klein Fichtner on 01/04/2016 at 01:06
    • Responder

    Bazinga é o termo do seriado The Big Bang Theory que significa “isso é uma brincadeira!”. Foi somente um pouco de humor. 😀

      • Vergilio Bueno Junior on 01/04/2016 at 01:41
      • Responder

      Erro meu nao pensar antes de comentar kkk e não ler com atenção aos detalhes , obrigado pela explicação abraço.

    • Vergilio Bueno Junior on 01/04/2016 at 00:39
    • Responder

    Sou brasileiro bazinga não é conhecido por aqui , mas ainda bem que não é verdade kkkkk.

    • Vergilio Bueno Junior on 01/04/2016 at 00:37
    • Responder

    E mais um vírus marciano não é prova de vida ?que não foi comprovada ainda …

    • Vergilio Bueno Junior on 01/04/2016 at 00:30
    • Responder

    Isso é sério , pois não me parece , assim um cientista manuseia uma pedra sem qualquer precaução , e oque faz um coelho nesse local espero uma resposta abraços.

    1. Leia a data do artigo, uma das categorias, um dos tags, e o P.S. final 😉

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.