Um novo conceito de espaçonave: HERTS – Heliopause Electrostatic Rapid Transit System

Quer fazer uma rápida viagem para as fronteiras do Sistema Solar?

http://apod.nasa.gov/apod/image/1604/herts_2015_graphic_0.jpg

HERTS – Heliopause Electrostatic Rapid Transit System – Nesse conceito, longos e muito finos fios dão forma à enorme e circular E-Sail (a vela elétrica). Os fios irão repelir eletrostaticamente os rápidos prótons solares em movimento. A troca de momento produzida à medida que os prótons são repelidos pelas cargas positivas nos fios irão produzir o empurrão necessário para acelerar a espaçonave. Créditos: NASA/MSFC

Considere uma carona no Heliopause Electrostatic Rapid Transit System (HERTS).

Esse conceito está sendo atualmente testado e de acordo com as estimativas levaria 10 a 15 anos para uma viagem de 100 Unidades Astronômicas (15 bilhões de quilômetros – 100 vezes a distância da Terra ao Sol).

Isso é rápido se comparado com os 35 anos que a Voyager 1, atualmente a espaçonave humana mais distante da Terra, levou para se aproximar da heliopausa e das fronteiras para fora da influência do vento solar.

O HERTS usará uma avançada vela solar elétrica que opera estendendo múltiplos fios positivamente carregados de 20 quilômetros de comprimento e 1 milímetro de espessura cada a partir de uma espaçonave em rotação. Nesse conceito, longos e muito finos fios dão forma à enorme e circular E-Sail (vela solar elétrica). O conjunto irá repelir eletrostaticamente os rápidos prótons solares em movimento. A troca de momento produzida à medida que os prótons são repelidos pelas cargas positivas nos fios irá produzir o empuxo necessário para acelerar a espaçonave.

https://www.nasa.gov/sites/default/files/thumbnails/image/elg_3892_1.jpg

O engenheiro da NASA Bruce Wiegmann, líder da pesquisa da HERTS E-Sail, demonstra os longos e finos fios que irão compor a E-Sail. Cada cabo é bem fino, cerca de 1 milímetro de espessura (a largura de um clip de papel) e muito longo (20 quilômetros). Créditos: NASA/MSFC/Emmett Given

Comparada com uma reflexiva vela propelida por radiação solar e outros sistemas de propulsão espacial sem combustível, a vela solar elétrica (E-sail) continua a acelerar mesmo a grandes distâncias do Sol, desenvolvendo empuxo à medida que cruza o espaço na direção dos planetas exteriores.

https://www.nasa.gov/sites/default/files/thumbnails/image/elg_9609.jpg

Em uma câmara controlada de plasma (High Intensity Solar Environment Test System) o protótipo do HERTS é testado para examinar a taxa de colisões entre prótons e elétrons em fios positivamente carregados. Os resultados irão permitir o desenvolvimento da modelagem do sistema que será aplicado no conceito da tecnologia E-Sail. Créditos: NASA/MSFC/Emmett Given

Fontes

APOD: Heliopause Electrostatic Rapid Transit System – crédito da ilustração: NASAMarshall Space Flight Center

NASA: NASA Begins Testing of Revolutionary E-Sail Technology

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.